quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Entrega do Portifólio - 2º e 3º anos

2º ano - A, B e C.
Entrega dia 04/12/09


3º ano - A, B e C.
Entrega dia 07/12/09

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

VÍDEO VENCEDOR - PRECONCEITO - 2º B

EQUIPE VENCEDORA: Fiama Daiane Amanda Mateus Jefferson Maristony Diego André
video

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

sábado, 3 de outubro de 2009

PORTIFÓLIO - 2º E 3º ANO

Um portfolio ou portifólio (ou ainda porta-fólio) é uma lista de trabalhos de um profissional ou empresa.

O Portfolio é uma coleção de todo o trabalho em andamento na organização relacionado com o alcance dos objetivos da aprendizagem. Toda organização tem um portfolio, mesmo que não reconheça especificamente. Consiste nos trabalhos que estão em andamento, estejam estes trabalhos relacionados de alguma forma entre si ou não. Algumas organizações tem portfolios separados por departamentos, divisões ou unidades. Em última instância, deve haver um portfolio abrangente para a organização como um todo.

ORGANIZE SEUS ESTUDOS!!!

PORTIFÓLIO - 2º ANO
ORDEM DAS ATIVIDADES:
CAPA: COM NOME,NÚMERO, SÉRIE, DISCIPLINA, PROFESSORA E NOME DA ESCOLA.
1 - CAÇA-PALAVRAS:REPÚBLICA VELHA
2 - TEXTO SOBRE A POLÍTICA DOS GOVERNADORES
3 - CHARGES
4 - PALAVRA CRUZADA: REPÚBLICA VELHA
5 - QUADRO SOBRE AS REVOLTAS QUE OCORRERAM NO BRASIL DURANTE A REPÚBLICA VELHA
6 - CANGAÇO E PE. CÍCERO
7 - CANUDOS
8 - CONTESTADO E REVOLTA DA VACINA
9 - REVOLTA DA ARMADA
10 - TRABALHO OPERÁRIO NO BRASIL
11 - MOVIMENTO OPERÁRIO DE 1917
12 - GREVES DE 1917
13 - PESQUISA SOBRE OS MOVIMENTOS QUE OCORRERAM NA REPÚBLICA VELHA
14 - PESQUISA SOBRE O MOVIMENTO OPERÁRIO E AS GREVES EM 1917
15 - BINGO
16 - ERA VARGAS
17 - RELATÓRIO SOBRE SUA PARTICIPAÇÃO NA ELABORAÇÃO DA VÍDEO-REPORTAGEM.

PORTIFÓLIO - 3º ANO
ORDEM DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS:
CAPA: COM NOME,NÚMERO, SÉRIE, DISCIPLINA, PROFESSORA E NOME DA ESCOLA.
1 - CAÇA-PALAVRAS: FUNDAENTOS DO MUNDO MODERNO
2 - TEXTO: TRANSIÇÃO FEUDO-CAPITALISTA
3 - ATIVIDADE: O ESTADO MODERNO
4 - ATIVIDADE: MERCANTILISMO
5 - PESQUISA SOBRE: UNIÃO IBÉRICA E INVASÕES HOLANDESAS
6 - AVALIAÇÃO SUPER FLASH: BRASIL-COLÔNIA
7 - PESQUISA SOBRE AS REBELIÕES DO PERÍODO REGENCIAL BRASILEIRO
8 - QUADRO COMPARATIVO SOBRE AS REBELIÕES DO PERÍODO REGENCIAL
9 - PESQUISA SOBRE A ERA MAUÁ
10 - MATERIAL DE APOIO PARA ESTUDOS DE HISTÓRIA DO BRASIL COLÔNIA E IMPÉRIO
11 - PESQUISA ICONOGRÁFICA SOBRE DEBRET



ENTREGA DO PORTIFÓLIO: ATÉ 08/10

3º ANO - ATIVIDADE - IMPÉRIO BRASILEIRO SEGUNDO DEBRET







DESCRIÇÃO DAS FIGURAS:

Jantar (família rica)
Mercado da rua do Valongo
Auto-retrato de Debret
Passatempo dos ricos
Casamento de negros escravos de uma família rica
Aplicação do castigo do açoite

Por meio de sua obra Viagem ..., Debret procurou demonstrar, com minuciosos detalhes e cuidados, a "formação" do Brasil, especialmente no sentido cultural do povo e nação. Os 3 volumes foram publicados em 1834, 1835 e 1839.
"Ao longo de suas páginas, Debret enfatiza o que considera os diferentes momentos da marcha da civilização no Brasil: os indígenas e suas relações com o homem branco, as atividades econômicas e a presença marcante da mão de obra escrava e, por fim, as instituições políticas e religiosas."
Debret procurou resgatar particularidades do país e do povo. Utilizou o termo "pitoresco" com a ideologia de precisão, habilidade, talento, e qualidade artística em representar e "preservar" o passado daquele povo. Para Debret, esta obra favoreceria no sentido de demonstrar para Europa um Brasil que merecia ocupar o mesmo lugar dos grandes e civilizados países.

" ...traduzia, igualmente, nas primeiras décadas do século XIX, a opção por privilegiar, no "retrato" dos povos, aspectos que não estivessem limitados às questões políticas, mas que dessem testemunho da religião, da cultura e dos costumes dos homens."
Debret preocupou-se muito com os textos que acompanhavam suas imagens, demonstrando certa fidelidade ao sentido literário. Tal postura não era comum em outros "artistas - viajantes". Muitos pintores não se preocupavam demasiadamente com o sentido dos textos comparando-os com as ilustrações contidas em seus trabalhos.
Esse desejo, por parte do pintor em resgatar costumes e acontecimentos do passado brasileiro evidencia a importância de sua estada ao Brasil durante esses 15 anos.
POR: VALÉRIA LIMA.

FAÇA UMA COLETÂNEA ICONOGRÁFICA SOBRE AS OBRAS DE DEBRET EM SUA PASSAGEM PELO BRASIL IMPERIAL SEGUIDO DE COMENTÁRIOS SOBRE O ARTISTA E AS OBRAS ESCOLHIDAS. DEPOIS FAÇA IMPRESSÃO E COLOQUE NO PORTIFÓLIO.


BOM TRABALHO!!!!

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Quem chutar no Enem terá pontuação menor, adverte Ministério da Educação



RICARDO GALLO da Folha de S.Paulo

O Ministério da Educação adverte: não adianta chutar no Enem. Será possível identificar, com base no padrão das respostas de cada candidato, quem acertou aleatoriamente uma determinada questão. Mais: no cálculo da nota, o peso atribuído ao acerto do "chutador" será inferior ao dos que responderam de modo correto por dominar o tema. O sistema antichute é uma das características da TRI (Teoria de Resposta ao Item), adotada no novo Enem. Criado para substituir o vestibular nas universidades federais, o exame ocorre em 3 e 4 de outubro. Com a TRI, as perguntas são "inteligentes" --sabe-se o perfil de quem acerta com maior probabilidade as mais fáceis, as intermediárias e as difíceis. Isso ocorre graças a um banco com milhares de respostas de alunos que atualmente testam as questões do Enem. Além de estabelecer padrões de resposta, o teste também seleciona quais serão as 180 questões que comporão o Enem.
Participam dessa etapa estudantes do segundo ano do ensino médio e universitários primeiranistas. Os alunos do terceiro ano do ensino médio, público-alvo do Enem, ficaram de fora --para não terem acesso a uma pergunta que possam encontrar no exame. É o padrão das milhares de respostas que revela o chute. Estatisticamente, quem erra questões mais fáceis não acerta as difíceis. Do mesmo modo, os que acertam as mais complexas não erram nas simples. "É assim que a TRI permite identificar prováveis chutes na hora de calcular a nota do estudante", diz Heliton Tavares, diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep (órgão do MEC responsável pelo Enem). O segredo: coerência - Com um mecanismo que detecta respostas fora do padrão, qual o segredo para ir bem em uma prova como a do Enem? Ter um índice de acertos equilibrado e "coerente", diz Tadeu da Ponte, coordenador do vestibular do Insper (ex-Ibmec-SP). A instituição adotou pela primeira vez a TRI no vestibular de 31 de maio. A vantagem, segundo ele: maior precisão para escolher candidatos --e um vestibular com um número menor de perguntas.
Acertos - Também em razão da TRI, a prova do Enem não será avaliada pelo percentual de acertos, como em um vestibular convencional. Embora também leve em conta quem acerta mais, o exame atribui um peso a cada pergunta ou grupo delas --assim, responder de modo correto oito em dez questões não representa 80% na nota final. Tavares usa o esporte para comparar os dois mecanismos: o vestibular clássico é o futebol, em que fazer gol vale um; o Enem, o basquete --em que é possível, a depender da distância, fazer dois ou três pontos.
O resultado será específico para cada tema (português, matemática, ciências da natureza e ciências humanas). Não haverá nota, mas sim uma pontuação que, em uma escala, definirá o grau de habilidades e conhecimentos do aluno. O mais provável é que a escala vá de 100 a 500 pontos, diz o Inep. Sobre a divisão de questões, diz o diretor do Inep, é provável que o exame tenha 25% de fáceis, 50% de intermediárias e 25% de difíceis. Há necessidade de perguntas mais simples porque o Enem não será usado apenas como vestibular das federais. Servirá também para avaliar o conhecimento dos alunos que deixam o ensino médio, para aqueles que fizeram o antigo supletivo e para quem quer entrar no ProUni -programa que dá bolsas para alunos de baixa renda em universidades particulares.
Fonte: Folha Online, 23/06/2009 - São Paulo SP

ATUALIDADES - H1N1



Influenza A subtipo H1N1 também conhecido como A(H1N1), é um subtipo de Influenzavirus A e a causa mais comum da influenza (gripe) em humanos. A letra H refere-se à proteína hemaglutinina e a letra N à proteína neuraminidase. Este subtipo deu origem, por mutação, a várias estirpes, incluindo a da gripe espanhola (atualmente extinta), estirpes moderadas de gripe humana, estirpes endémicas de gripe suína e várias estirpes encontradas em aves.

Variantes de H1N1 de baixa patogenicidade existem em estado selvagem, causando cerca de metade de todas as infecções por gripe em 2006.

Em Abril de 2009, um surto de H1N1 matou mais de 100 pessoas no México, e pensava-se existirem mais de 1500 indivíduos infectados em todo o mundo em 26 de Abril de 2009. O Centers for Disease Control and Prevention nos Estados Unidos avisou que era possível que este surto desse origem a uma pandemia. No balanço oficial da OMS divulgado no começo da manhã de 8 de maio de 2009, que não inclui o aumento de casos na América do Norte, Europa e América Latina, o número de contaminados era de 2384, com 42 mortes

ENEM


SERÁ ENVIADO PARA OS LÍDERES DE TURMA(3º ANO) UM MATERIAL DA REDE PITÁGORAS ELABORADO CONFORME A METODOLOGIA DO ENEM. A DIVULGAÇÃO DO GABARITO SERÁ NO PRÓXIMO DIA 29/09/2009.


NÃO PERCAM OPORTUNIDADE DE TESTAR SEUS CONHECIMENTOS!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

ATUALIDADES

PRÉ-SAL



Pré-sal é a denominação das reservas petrolíferas encontradas abaixo de uma profunda camada de sal no subsolo marítimo, também chamada de subsal. As rochas reservatório deste tipo de região normalmente são encontradas em regiões muito profundas, de difícil localização e de acesso mais complexo. A maior parte das reservas petrolíferas "pré-sal" ou "subsal" atualmente conhecidas no mundo está em áreas marítimas profundas e ultra-profundas.
A primeira reserva petrolífera em área pré-sal no mundo ocorreu no litoral brasileiro, onde passaram a ser conhecidas simplesmente como "petróleo do pré-sal" ou "pré-sal". Estas também são as maiores reservas conhecidas em zonas da faixa pré-sal.
Depois do anúncio da descoberta de reservas na escala de vários bilhões de barris, em todo o mundo começaram processos de exploração em busca de petróleo abaixo das rochas de sal nas camadas profundas do subsolo marinho. Atualmente as principais áreas de exploração petrolífera com reservas potenciais ou prováveis já identificadas na faixa pré-sal estão no litoral do Atlântico Sul. Na porção sul-americana está a grande reserva do pré-sal no Brasil, enquanto, no lado africano, existem áreas pré-sal em processo de exploração e mapeamento no Congo (Brazzaville)[1] e no Gabão [2]. Também existem áreas pré-sal sendo mapeadas no Golfo do México e no Mar Cáspio, na zona marítima pertencente ao Cazaquistão.
As reservas de petróleo encontradas na camada pré-sal do litoral brasileiro estão dentro da área marítima considerada zona econômica exclusiva do Brasil. São reservas com petróleo considerado de média a alta qualidade, segundo a escala API. Estão localizadas nas águas territoriais brasileiras e na zona econômica exclusiva. O conjunto de campos petrolíferos do pré-sal se estende entre o litoral dos estados do Espírito Santo até Santa Catarina, com profundidades que variam de 1000 a 2000 metros de lâmina d'água e entre quatro e seis mil metros de profundidade no subsolo, chegando portanto a até 8000m da superfície do mar, incluindo uma camada que varia de 200 a 2000m de sal[3]. Segundo Márcio Rocha Mello, geólogo e ex-funcionário da Petrobras, a área do pré-sal poderia ser bem maior do que os 800 quilômetros, se estendendo de Santa Catarina até o Ceará.[

ENEM - HISTÓRIA

ENEM - 2003
Questão 48:
Observe as duas afirmações de Montesquieu (1689-1755), a respeito da escravidão:
A escravidão não é boa por natureza; não é útil nem ao senhor, nem ao escravo: a este porque nada pode fazer por virtude; àquele, porque contrai com seus escravos toda sorte de maus hábitos e se acostuma insensivelmente a faltar contra todas as virtudes morais: torna-se orgulhoso, brusco, duro, colérico, voluptuoso, cruel.
Se eu tivesse que defender o direito que tivemos de tornar escravos os negros, eis o que eu diria: tendo os povos da Europa exterminado os da América, tiveram que escravizar os da África para utilizá-los para abrir tantas terras. O açúcar seria muito caro se não fizéssemos que escravos cultivassem a planta que o produz.
(Montesquieu. O espírito das leis.)
Com base nos textos, podemos afirmar que, para Montesquieu,
(A) o preconceito racial foi contido pela moral religiosa.
(B) a política econômica e a moral justificaram a escravidão.
(C) a escravidão era indefensável de um ponto de vista econômico.
(D) o convívio com os europeus foi benéfico para os escravos africanos.
(E) o fundamento moral do direito pode submeter-se às razões econômicas.
Resolução
Resposta: Letra E
Habilidade Comparar pontos de vista expressos em diferentes fontes sobre determinado aspecto da cultura.
Comentários: Neste famoso texto, Montesquieu condena a escravidão. Portanto, eliminam-se as alternativas B, C e D. O texto não contém teor religioso, apenas ética e moral, o que elimina a alternativa A. Por sua vez, a letra E trabalha com uma questão de possibilidade, que vem ao encontro da segunda parte do texto de Montesquieu.
Temas: Escravidão

ENEM - 2004
Questão 55:
Algumas transformações que antecederam a Revolução Francesa podem ser exemplificadas pela mudança de significado da palavra “restaurante”. Desde o final da Idade Média, a palavra restaurant designava caldos ricos, com carne de aves e de boi, legumes, raízes e ervas. Em 1765 surgiu, em Paris, um local onde se vendiam esses caldos, usados para restaurar as forças dos trabalhadores. Nos anos que precederam a Revolução, em 1789, multiplicaram-se diversos restaurateurs, que serviam pratos requintados, descritos em páginas emolduradas e servidos não mais em mesas coletivas e mal cuidadas, mas individuais e com toalhas limpas. Com a Revolução, cozinheiros da corte e da nobreza perderam seus patrões, refugiados no exterior ou guilhotinados, e abriram seus restaurantes por conta própria. Apenas em 1835, o Dicionário da Academia Francesa oficializou a utilização da palavra restaurante com o sentido atual.
A mudança do significado da palavra restaurante ilustra
(A) a ascensão das classes populares aos mesmos padrões de vida da burguesia e da nobreza.
(B) a apropriação e a transformação, pela burguesia, de hábitos populares e dos valores da nobreza.
(C) a incorporação e a transformação, pela nobreza, dos ideais e da visão de mundo da burguesia.
(D) a consolidação das práticas coletivas e dos ideais revolucionários, cujas origens remontam à Idade Média.
(E) a institucionalização, pela nobreza, de práticas coletivas e de uma visão de mundo igualitária.
Resposta: Letra B
Habilidade: Associar as manifestações culturais do presente aos seus processos históricos.
Comentários: Esta é uma típica questão com repetição de elementos em duas alternativas, que discuto no post Como resolver questões objetivas em provas e concursos. O candidato antenado, ao eliminar as alternativas absurdas, vai ficar entre as alternativas B e C.
Temas: Revolução Francesa

ENEM - 2006
O texto abaixo, de John Locke (1632-1704), revela algumas características de uma determinada corrente de pensamento.
“Se o homem no estado de natureza é tão livre, conforme dissemos, se é senhor absoluto da sua própria pessoa e posses, igual ao maior e a ninguém sujeito, por que abrirá ele mão dessa liberdade, por que abandonará o seu império e sujeitar-se-á ao domínio e controle de qualquer outro poder? Ao que é óbvio responder que, embora no estado de natureza tenha tal direito, a utilização do mesmo é muito incerta e está constantemente exposto à invasão de terceiros porque, sendo todos senhores tanto quanto ele, todo homem igual a ele e, na maior parte, pouco observadores da eqüidade e da justiça, o proveito da propriedade que possui nesse estado é muito inseguro e muito arriscado. Estas circunstâncias obrigam-no a abandonar uma condição que, embora livre, está cheia de temores e perigos constantes; e não é sem razão que procura de boa vontade juntarse em sociedade com outros que estão já unidos, ou pretendem unir-se, para a mútua conservação da vida, da liberdade e dos bens a que chamo de propriedade.”
(Os Pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 1991)
1-Primeira Questão
Questão 52: Do ponto de vista político, podemos considerar o texto como uma tentativa de justificar:
(A) a existência do governo como um poder oriundo da natureza.
(B) a origem do governo como uma propriedade do rei.
(C) o absolutismo monárquico como uma imposição da natureza humana.
(D) a origem do governo como uma proteção à vida, aos bens e aos direitos.
(E) o poder dos governantes, colocando a liberdade individual acima da propriedade.
Resolução
Resposta: Letra D
Habilidade: Analisar a importância dos valores éticos na estruturação política das sociedades.
Comentários: John Locke foi um dos mais importantes filósofos iluministas e pai do pensamento liberal. Sendo assim, se posicionava contra o poder absoluto e total dos governantes, seja rei ou não.
Temas: Liberalismo, John Locke.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

1º ano: O Mundo árabe


1 - O texto abaixo aborda a situação da mulher árabe.

A mulher desempenhava um papel limitado no mundo árabe. Segundo a charia, toda mulher devia ter um guardião homem – o pai, o irmão ou algum membro da família. (...) A charia permitia ao homem ter mais de uma esposa (...) A desigualdade também se mostrava nas leis de herança (...) A esposa recebia no máximo um terço. Uma filha herdaria só a metade da parte de um filho (...) Num caso legal, o testemunho de uma mulher só teria metade do peso de um homem.

HOURANI, Albert;. Uma história dos Povos Árabes. .São Paulo: Companhia das Letras. 1994. p.133, 134.
RELACIONE a desvalorização da mulher no mundo árabe com a prática do infanticídio na Arábia pré-islâmica.



2 - O texto que se segue é sobre o período após a morte de Maomé.

Os califas, chefes político-religiosos que sucederam a Maomé, iniciaram a expansão da civilização árabe, aproveitando-se da fraqueza dos povos vizinhos e da unidade e da força conseguidas com o islamismo. Após a morte do califa Ali, subiu ao poder a dinastia dos Omíadas, responsável pela expansão árabe em direção ao Ocidente. (...) Em 1750, a dinastia Omíada foi derrubada e o comando do povo árabe passou à dinastia Abássida.

VICENTINO, Cláudio. História Integrada – Da Pré-História à Idade Média – 5ª série. .São Paulo: Editora Scipione, 1996. p.107
CARACTERIZE cada uma das fases citadas no texto:

a) Época dos califas.
b) Dinastia dos Omíadas.
c) Dinastia dos Abássidas

domingo, 23 de agosto de 2009

ATIVIDADE - 3º ANO


FAÇA UMA PESQUISA E ANALISE DA IMAGEM ACIMA, DESTACANDO NA FORMA DE UM TEXTO OS PRINCIPAIS ASPECTOS DESTACADOS. EM SEGUIDA POSTE NO BLOG.


BOM TRABALHO!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

DIOGO ALVARES (CARAMURU) 7º ANO


PESQUISAR E POSTAR COMENTÁRIO.


BOM TRABALHO!

KARL MARX - 8º A


FAÇA UMA PESQUISA SOBRE KARL MARX E POSTE UM COMENTÁRIO.

BOM TRABALHO!!!!

SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES - 1ª SÉRIE - ROMA

GABARITO DAS QUESTÕES ABERTAS - ROMA

QUESTÃO 19
Nos balneários, os romanos tinham oportunidade de praticar o relaxamento, realizar encontro de negócios, encontro de negócios, de lazer, desfrutar de um grande prazer, etc.

QUESTÃO 20

a) • decretar a guerra ou firmar a paz:
• organizar novas províncias;
• promover a renovação dos magistrados;
• aprovar as leis votadas pelos comícios.

b) Eram encarregados da administração da cidade. Entre eles destacavam-se os cônsules (governantes com funções jurídicas, militares e políticas), os pretores (cuidavam da justiça), os questores (cuidavam das finanças) e os censores (recenseamento).

QUESTÃO 21
Roma e Cartago aspiravam a supremacia marítima e comercial no Mar Mediterrâneo. Cartago pretendia impor o seu domínio mercantil sobre a região da Magna Grécia, ao sul da Itália.

QUESTÃO 22

a)“Política do Pão e Circo”
b) O processo militar expansionista, deflagrado por Roma, favoreceu a consolidação do modo de produção escravista. Os espetáculos tinham a finalidade de desviar a atenção do povo e evitar o descontentamento, os motins e as revoltas.

QUESTÃO 23
a) Igualdade de direitos políticos, extinção da escravidão por dívida.
b) Surgimento dos Tribunos da Plebe, responsáveis pela defesa e reivindicação dos direitos da plebe, podendo vetar as leis do Senado contrárias aos seus interesses.
Lei da Canuléia, contribuiu para a princípio da igualdade civil autorizando o casamento entre patrícios e plebeus.

QUESTÃO 24
a) Os irmãos Graco foram tribunos da plebe, Sólon, legislador e Psístrato, tirano e também legislador.

b) Os irmãos Graco defendiam a distribuição aos pobres das terras públicas adquiridas durante as conquistas. A defesa de uma política agrária que atendesse as necessidades dos pobres termina com a morte dos irmãos Graco.

QUESTÃO 25
Roma foi simultaneamente mãe das nações por ter construído um grande império. Esse fato tornou o Império alvo de povos ambiciosos. O grande crescimento populacional, a diminuição da mão-de-obra escrava devido a queda das conquistas romanas, aliadas as ambições dos generais tornam o Império vulnerável as invasões dos povos "bárbaros".
A crise econômica do império acabou com muitos proprietários de terras e comerciantes. Diante desses e outros acontecimentos é que podemos afirmar que Roma construiu sua própria sepultura. Sua queda foi a junção de vários acontecimentos gerados dentro de seus domínios.

QUESTÃO 26
Nesta questão o aluno deve trabalhar com a compra dos votos, com a falta de formação política do povo brasileiro, com o analfabetismo e com o avanço da miséria.

QUESTÃO 27
A principal causa das Guerras Púnicas foi a disputa pela hegemonia comercial na região do Mediterrâneo. Quando os romanos dominaram completamente a Península Itálica, Cartago era uma próspera cidade comercial, portanto, forte concorrente dos romanos.

QUESTÃO 28

O Coliseu era um grande estádio (arena) onde se realizavam espetáculos grandiosos como a corrida de biga romana e as lutas de gladiadores.

QUESTÃO 29
Lendariamente, a cidade de Roma teve a sua fundação a partir dos irmãos Rômulo e Remo, que foram amamentados e protegidos por uma loba, depois de terem sido abandonados nas águas de um rio. Historicamente, Roma surgiu da fusão de sete pequenas aldeias de pastores.

QUESTÃO 30
Por viverem em uma época com grandes riscos de invasões, os europeus desse século construíram grandes fortalezas como os castelos para se protegerem desses invasores.


QUESTÃO 31
Os romanos caracterizavam-se, sobretudo no período imperial, como uma sociedade urbana, com amplo desenvolvimento das atividades mercantis e do escravismo a partir das conquistas territoriais, iniciadas no período republicano. As instituições políticas (o Senado, a Assembléia Centuriata e as Magistraturas) exerciam funções representativas e administrativas durante a fase republicana, tendo sido enfraquecidas com a ascensão dos governos imperiais.
Os germânicos, no período de contato com o Império Romano, a partir do século III, organizavam-se em tribos e suas leis eram consuetudinárias. Em tempos de guerras e festas religiosas, as tribos formavam confederações e, através do comitatus, os guerreiros juravam lealdade aos chefes.

domingo, 2 de agosto de 2009

AÇÃO DE SOLIDARIEDADE

APÓS REALIZADO O TRABALHO SOBRE FOTOGRAFIA JORNALÍSTICA OS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO (1ª E 2ª SÉRIE) IDENTIFICARAM VÁRIOS PROBLEMAS QUE NOSSA CIDADE TEM ENFRENTADO. ENTRE ELES A CARÊNCIA DE ALGUMAS FAMÍLIAS. POR ESSA RAZÃO, MOBILIZARAM-SE E ARRECADARAM ALIMENTOS PARA SEREM DISTRIBUÍDOS.DERAM UM BOM EXEMPLO DE CIDADANIA. PARABÉNS MEUS QUERIDOS ALUNOS!

AVALIAÇÃO ORAL - 2º BIMESTRE


OLHEM SÓ A CARA DE SATISFAÇÃO DA 2ªSÉRIE "A" DEPOIS DA AVALIAÇÃO ORAL.
VALEU A PENA...OS RESULTADOS FORAM POSITIVOS E A AVALIAÇÃO MAIS DINÂMICA.
TIVEMOS A APROVAÇÃO DA GRANDE MAIORIA. SHOW!!!!!

domingo, 19 de julho de 2009

CONTEÚDO DE RECUPERAÇÃO - HISTÓRIA

1ª SÉRIE
1 - Pré-história
2 - Egito Antigo
3 - Grécia Antiga


2ª SÉRIE
1 - Iluminismo
2 - Independência dos EUA
3 - Revolução Francesa
4 - Revolução Industrial
5 - Primeiro Reinado
6 - Período Regencial
7 - Segundo Reinado


3ª SÉRIE
1 - Pré-história
2 - Antiguidade Oriental
3 - Antiguidade Ocidental
4 - Idade Média
5 - Focos de Tensão na Ásia


OBS.: As aulas de recuperação serão na forma de "Plantão Tira-dúvidas", por essa razão venham munidos de livro, apostilas trabalhadas, avaliações aplicadas no semestre e as dúvidas e informações que desejam obter.

Bons estudos!!!!!!

Profª Mônica Apolinário

quarta-feira, 15 de julho de 2009

AOS ALUNOS QUE FICARAM EM RECUPERAÇÃO - HISTÓRIA - 1º SEMESTRE

DICAS PARA ESTUDO - RECUPERAÇÃO

1ª SÉRIE
Pegar na copiadora (opcional)uma apostila revisional com atividades sobre os conteúdos que serão cobrados na prova. Estudar com base nas avaliações e atividades desenvolvidas no 1º e 2º bimestre.
2ª SÉRIE
Utilizem para estudo de revisão dos conteúdos do semestre as atividades desenvolvidas. Procurem refazer as avaliações do 1º e 2º bimestre, corrigindo os erros.
3ª SÉRIE
Estudem com base nas atividades e avaliações desenvolvidas no 1º e 2º bimestre.


MENSAGEM: Avance Sempre

Na vida as coisas, às vezes, andam muito devagar. Mas é importante não parar. Mesmo um pequeno avanço na direção certa já é um progresso, e qualquer um pode fazer um pequeno progresso.
Se você não conseguir fazer uma coisa grandiosa hoje, faça alguma coisa pequena.
Pequenos riachos acabam convertendo-se em grandes rios.

Continue andando e fazendo.

O que parecia fora de alcance esta manhã vai parecer um pouco mais próximo amanhã ao anoitecer se você continuar movendo-se para frente.
A cada momento intenso e apaixonado que você dedica a seu objetivo, um pouquinho mais você se aproxima dele.

Se você pára completamente é muito mais difícil começar tudo de novo.

Então continue andando e fazendo. Não desperdice a base que você já construiu. Existe alguma coisa que você pode fazer agora mesmo, hoje, neste exato instante.

Pode não ser muito mas vai mantê-lo no jogo.

Vá rápido quando puder. Vá devagar quando for obrigado.
Mas, seja, lá o que for, continue. O importante é não parar!!!


beijinhos!!!!!!

quarta-feira, 8 de julho de 2009

3ª SÉRIE - SOLUÇÃO DE ATIVIDADES

SOLUÇÃO:
QUESTÃO 01
Elaboração do aluno, que deverá utilizar os termos associando-os de modo historicamente correto e bem estruturado.
QUESTÃO 02
A pecuária e o artesanato.

QUESTÃO 03
O trabalho do servo era pesado, cansativo e rotineiro.
QUESTÃO 04
Poderosa instituição na Europa medieval, a igreja católica contribuía na manutenção da desigualdade social afirmando que cada indivíduo estava predestinado a ocupar uma posição na sociedade. Para ela, uns nasceram para orar, outros para lutar e outros para trabalhar.

QUESTÃO 05
Devido à necessidade de formação e de instrução dos elementos oriundos da nova classe mercantil que se organizava naquele período.

QUESTÃO 06
Procuravam evitar a formação de monopólios; podiam proibir os forasteiros de possuir uma loja e combatiam a concorrência de outras cidades.

QUESTÃO 07
a) Libertar Jerusalém (Santo Sepulcro) das mãos dos infiéis
b) Restabeleceram o comércio da Europa com o Oriente (Ásia), ampliando ainda mais os negócios dos burgueses europeus, especialmente os italianos.

QUESTÃO 08
A)Peste Negra
B) O desenvolvimento comercial fez aumentar o deslocamento de pessoas, o contato entre várias regiões. Assim, pessoas atingidas pela Peste entravam em contato com outras pessoas e outros lugares que ainda estavam a salvo da doença.
C) - Produção  Houve uma retração na produção, já que a população se reduziu drasticamente.
- Comércio  Houve também uma retração na atividade comercial, com a redução dos mercados
consumidores.
- Preços  Os preços aumentaram, pois a produção diminuiu muito.


QUESTÃO 09
a) Muitos abandonaram os campos, tornando-se vagabundos errantes; outros foram para as cidades e outros se revoltaram contra os senhores, atacando-os.
b) Começaram a diminuir as exigências sobre os servos: substituíam a servidão por contratos individuais ou coletivos, pagando salários ou arrendando a terra e recebendo o valor do arrendamento em dinheiro.

QUESTÃO 10

FEUDALISMO - F
CAPITALISMO - C
F - As classes sociais mais importantes: senhores feudais e os servos.
C - As classes mais importantes: a burguesia e os trabalhadores assalariados.
F - Escassez de moedas. A terra representa a riqueza.
C - A economia gira em torno do mercado, tudo é comprado e vendido.
F - O feudo consome o que produz.Economia de subsistência
F - O objetivo da produção é produzir para o próprio feudo.
C - É preciso produzir o excedente.
F - A Igreja Católica possui o poder político, econômico, cultural e religioso.
C - Enfraquecimento do poder temporal da Igreja Católica.

QUESTÃO 11
a) As Cruzadas. Foram expedições militares, organizadas pela Igreja, com o objetivo de reconquistar o santo Sepulcro, em Jerusalém, do domínio muçulmano.
b) A luta entre Judeus e Palestinos. Os primeiros alegando serem filhos de Deus reivindicam para eles a Terra Santa, ocupada em parte pelos árabes palestinos.

SOLUÇÃO DE ATIVIDADES - 2ª SÉRIE

ATIVIDADE COMPLEMENTAR
SOLUÇÃO:
QUESTAO 01
Apesar do Artigo 179 defender a idéia de que “A lei era igual para todos”, existia um poder moderador que garantia amplos poderes para o Imperador. Além disso, o voto era censitário, ou seja, só podia votar quem tivesse um alto nível de renda.
QUESTAO 02
A charge quer mostrar que, na guerra contra o Paraguai, Brasil, Argentina e Uruguai contaram com o apoio da Inglaterra, que tinha interesses econômica na região platina.
QUESTAO 03
A convivência dos militares brasileiros com seus vizinhos republicanos, durante a Guerra do Paraguai, levou-os a ter consciência da importância do Exército e da necessidade da implantação da República que lhes facultasse participar do poder político. Além disso, apesar da vitória, a economia do Brasil ficou abalada em função da dívida contraída com a Inglaterra.
QUESTAO 04
Durante o Segundo Reinado, o café representou o principal produto de exportação.
QUESTAO 05
O avanço da área de plantio para o Oeste Paulista onde as técnicas de plantio e colheita eram mais modernas o que contribuiu para o aumento da produção e exportação. Outro fator que contribuiu para esse aumento foi a introdução do trabalho assalariado (proporcional à produção) e a construção de ferrovias para escoar a produção.
QUESTAO 06
Assinatura tratados de 1810 entre Brasil e Inglaterra.
QUESTAO 07
Os Tratados de 1810 garantiam que sobre os produtos importados da Inglaterra incidiria uma taxa alfandegária de 15%. Se o produto fosse importado de outro país 24% e se fosse de Portugal 16%. Ou seja, esse tratado provocou uma invasão de produtos ingleses no Brasil, sobretudo no Rio de Janeiro.
QUESTAO 08
A charge faz referencia à aliança formada pelo Brasil, Uruguai e Argentina contra o Paraguai, na Guerra do Paraguai. Foi um conflito com forças militares desbalanceadas, já que os três países eram muito superiores militarmente e ainda contavam com o apoio da Inglaterra.
QUESTAO 09
O Paraguai perdeu passou por muitas transformações.. Sua pequena indústria e a estrutura agrária são destruídos. A estruturação populacional é alterada, uma vez que a população Paraguai é reduzida a um quarto.
QUESTAO 10
Comparação se baseia no fato dos partidos PT e PSDB, ao chegarem respectivamente no poder, terem políticas semelhantes, apesar de serem adversários. A semelhança dos partidos atuais está na trajetória política, defendendo os mesmos ideais tais como uma visão negativa da república, a denúncia ao Estado Patrimonial e o populismo.
QUESTAO 11
O Partido Conservador e o Partido Liberal são, tradicionalmente, considerados “farinha do mesmo saco”, apesar de serem partidos opostos, eles representaram a mesma elite agrária escravista e defendiam quase os mesmos interesses junto ao governo
QUESTAO 12
O quadrinho apresenta uma visão bastante conservadora da Balaiada. O movimento é visto como violento e repulsivo. Os traços do desenho são propositalmente grosseiros para poder criar uma imagem ruim da ação dos revoltosos. É uma forma de desprestigiar a ação popular contra os mandos da elite.

QUESTAO 13
Ele foi o maior empresário brasileiro no século XIX. Possuía negócios variados e tinha um posicionamento marcadamente liberal.
QUESTAO 14
Os fragmentos fazem referência ao Poder Moderador, que atribuía amplos poderes para o imperador, como o de controlar outros poderes.
QUESTAO 15
O texto mostra a forte influência da cultura européia na educação, que ia desde o uso de brinquedos europeus até a educação com professores particulares, os preceptores que tinham, em geral, origem européia, assegurando-lhes uma formação moral, pedagógica e cultural nos padrões do velho continente.
QUESTAO 16
Diferentemente dos ricos que possuíam brinquedos e eram educados, os pobres sofriam privações de todo tipo e cresciam analfabetos. Os filhos de escravos trabalhavam desde crianças e sofriam com os castigos disciplinares.
QUESTAO 17
Trata-se da Cabanagem. Dela participou uma multidão de pessoas muito pobres, submetidas à exploração dos poderosos da região. Os cabanos queriam sair da situação de miséria em que viviam. Para isso, tinham que lutar contra os responsáveis pela exploração social e pelas injustiças.
QUESTAO 18
As cantigas retratam o Golpe da Maioridade que não foi apenas uma campanha restrita aos círculos políticos convencio¬nais. Ela ganhou as ruas e empolgou a população, grande parte da qual via na figura do jovem príncipe a possibilidade de restabelecer a paz e manter a uni¬dade nacional; um exemplo disso é a primeira cantiga, claramente a favor da posse de Dom Pedro II. Entretanto nem todos estavam contentes, o que fica claro na segunda cantiga.
QUESTAO 19
A tabela mostra uma composição de forças com vantagem para a aliança Brasil e Argentina, que juntas possuíam 52 mil soldados. Em termos proporcionais, o número de soldados do Paraguai supera os seus opositores, pois de uma população entre 800 mil e 1 milhão, ele possuía 40 mil, já seus opositores somam entre 7 e 10 milhões de habitantes com 52 mil soldados. Conclui-se que o governo paraguaio mobilizou uma porcentagem maior da população na guerra.
QUESTAO 20
É a Revolta dos Malês em Salvador. Consistiu uma revolta de caráter racial, de escravos africanos das etnias hauça e nagô, de religião islâmica, organizada em torno de propostas radicais para a libertação dos demais escravos africanos. Os malês propunham o fim do catolicismo - religião que lhes era imposta -, o assassinato e confisco dos bens de todos os brancos e mulatos e a implantação de uma monarquia islâmica, com a escravidão dos não muçulmanos. Foi rápida e duramente reprimida pelos poderes constituídos.

QUESTAO 21
A ação revolucionária foi motivada pela dissolução da assembléia nacional constituinte em 1923. A revolta seria um libelo contra o arbítrio de Dom Pedro I.

OS CAMINHOS DA POLÍTICA IMPERIAL BRASILEIRA
QUESTÃO 1
 a) As jóias.
 b) A nudez e o cocar de penas.
 c) O papagaio
 d) A moça que representa a América tem feições e cor de pele européias.
QUESTÃO 2
 a) Revolução Liberal do Porto (1820) e a Independência do Brasil (1822)
 b) A teoria francesa que se relaciona com as revoluções é o Iluminismo.
 c) Porque haveria um retorno do monopólio colonial e então teriam que vender o açúcar e o café exclusivamente para os comerciantes portugueses, a preços mais baixos.
QUESTÃO 3
 a) O crescimento é acelerado a partir de 1808.
 b) A chegada da Corte portuguesa ao Rio de Janeiro, junto com D.João.


ATIVIDADE II – HISTÓRIA

QUESTÃO 1
 a) Desde o final do século XVIII
 b) Conjuração Mineira e Baiana, a Revolução Pernambucana de 1817.
 c)A independência nacional com soberania do povo, liberdade em todas as manifestações, igualdade de todos diante das leis, governo representativo.
 d) Após a Independência, Os liberais brasileiros queriam impedir os excessos “absolutistas” do imperador e os excessos “democráticos” dos liberais democráticos.
 e)Consideravam-se liberais antidemocratas e anti-revolucionários. Queriam conciliar a liberdade com a ordem, ou seja, queriam manter a grande propriedade e o escravismo.









solução de atividade - 1ª série

GABARITO DAS QUESTÕES OBJETIVAS
QUESTÃO 01 A QUESTÃO 14 C
QUESTÃO 02 B QUESTÃO 15 C
QUESTÃO 03 D QUESTÃO 16 C
QUESTÃO 04 A QUESTÃO 17 B
QUESTÃO 05: B QUESTÃO 18 C
QUESTÃO 06: C QUESTÃO 19 B
QUESTÃO 07: B QUESTÃO 20 B
QUESTÃO 08: A QUESTAO 21 A
QUESTÃO 09: C QUESTÃO 22 C
QUESTÃO 10: C QUESTÃO 23 B
QUESTÃO 11: C
QUESTÃO 12: A
QUESTÃO 13: C

domingo, 28 de junho de 2009

ARRAIÁ DO CORONÉ!!!


PROFª HOSANA E OS ANJINHOS DA 2ª SÉRIE.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

7º ANO - ATIVIDADE ALFA


OBSERVE ABAIXO ALGUNS MAPAS. DEPOIS FAÇA UM COMENTÁRIO SOBRE AS CIVILIZAÇÕES DESTACADAS NOS MAPAS.


8º ano A - Atividade alfa


O MAPA ACIMA DESTACA ALGUNS MOVIMENTOS OCORRIDOS DURANTE O PERÍODO IMPERIAL. ESCREVA SOBRE CADA UM DELES.


BOM TRABALHO!

BEIJOCAS DA PROFFFFFF!!!!!!!

domingo, 14 de junho de 2009

domingo, 24 de maio de 2009

3ª SÉRIE -ATIVIDADE GAMA

QUESTÃO 01(Descritor: explicar o significado de sociedade estamental)

Assunto: Europa Medieval

A sociedade feudal era estamental. (...) Procurando definir a sociedade feudal de acordo com a função específica de cada uma das camadas, alguns autores classificam-na como formada por aqueles que rezam (clero), aqueles que lutam (nobres) e aqueles que trabalham (servos).

SILVA, Francisco de Assis. História Atual e Medieval. São Paulo: Edição Especial, 1995. p.122.


EXPLIQUE o significado de sociedade estamental.


QUESTÃO 02 (Descritor: comprovar a influência da Igreja na cultura medieval)

Assunto: Europa Medieval

Leia atentamente o texto abaixo:


Durante muito tempo, a Idade Média foi considerada um período de ignorância e superstições, tendo sido inclusive chamada de “Idade das Trevas”. Realmente, na Idade Média houve um declínio das atividades artísticas, literárias e científicas. Mas talvez seja um exagero classificar toda a Idade Média como a “Idade das Trevas”.

PILETTI, Nelson; PILETTI, Claudino. História e Vida – Da Pré História à Idade Média.São Paulo: Edição Ática, Volume 3. 1997. p.203.
COMPROVE, com fatos explicados, as sentenças abaixo:

a) De um modo geral, a cultura medieval, notadamente na Alta Idade Média, marcava-se pelo TEOCENTRISMO.
b) Durante a Idade Média, foi importante o trabalho dos monges católicos na preservação da cultura greco-romana.


QUESTÃO 03 (Descritor: explicar a solução pela população para o problema das invasões bárbaras)

Assunto: A formação do Feudalismo

No século X, várias regiões da Europa sofreram uma crise generalizada, à qual estão associadas a desestruturação do Império Carolíngio e as invasões vikings, muçulmanas etc. um clima de insegurança espalhou-se por várias partes do ocidente europeu.

EXPLIQUE duas (2) soluções encontradas pelas pessoas dessas sociedades para poderem sobreviver a essas invasões.



POSTAR RESPOSTAS ATÉ 30/05/2009

BOM TRABALHO!

2ª SÉRIE - ATIVIDADE GAMA




1 - RELACIONE a vinda da Corte portuguesa para o Brasil ao fato do governo português não ter assinado o dito acordo.




2 - A vinda da Corte portuguesa para o Brasil estimulou o crescimento da cidade do Rio de Janeiro. A população aumentou, surgiram novos prédios, o comércio se tornou mais variado. Afinal, milhares de nobres haviam trazido suas riquezas e suas famílias de Lisboa. O próprio D. João ordenou a execução de grandes obras no Rio de Janeiro.

CITE três dessas obras.


POSTAR RESPOSTAS ATÉ 30/05/2009

1ª série - atividade GAMA


FAZER UMA PESQUISA SOBRE A ORIGEM LENDÁRIA DA FORMAÇÃO DE ROMA E COM BASE NA PESQUISA PORDUZIR UM PEQUENO TEXTO E POSTAR NO BLOG ATÉ 30/05/2009.

BOM TRABALHO! CONTO COM A PARTICIPAÇÃO DE TODOS!

domingo, 17 de maio de 2009

terça-feira, 12 de maio de 2009

GABARITO 3ª SÉRIE - GRÉCIA

GABARITO DAS QUESTÕES OBJETIVAS
QUESTÃO 01 A QUESTÃO 14 C
QUESTÃO 02 B QUESTÃO 15 C
QUESTÃO 03 D QUESTÃO 16 C
QUESTÃO 04 A QUESTÃO 17 B
QUESTÃO 05: B QUESTÃO 18 C
QUESTÃO 06: C QUESTÃO 19 B
QUESTÃO 07: B QUESTÃO 20 B
QUESTÃO 08: A QUESTAO 21 A
QUESTÃO 09: C QUESTÃO 22 C
QUESTÃO 10: C QUESTÃO 23 B
QUESTÃO 11: C
QUESTÃO 12: A
QUESTÃO 13: B
GABARITO DAS QUESTÕES ABERTAS
QUESTAO 24
A mulher grega era controlada pelo pai e, após o casamento, pelo marido. Mulher respeitável era aquela que se reservava ao gineceu. As mulheres atenienses de famílias tradicionais saíam de casa apenas para as festas religiosas.
Ao contrário da maioria das mulheres gregas, a vida das mulheres espartanas era diferente: recebiam melhor instrução, eram mais independentes e praticavam várias modalidades esportivas. Eram respeitadas e ouvidas pelos homens, eram mais valorizadas.

QUESTAO 25
Para o exercício da cidadania era necessário ser homem, ser livre e ter nascido em Atenas. Portanto, os metecos (estrangeiros), as mulheres e os escravos não possuíam direitos políticos.

QUESTAO 26
• uma da sociedade ateniense – Eupátridas, Metecos, Escravos
• uma da sociedade espartana – Espartanos, Periecos, Hilotas

ATENAS ESPARTA


Eupátridas Espartanos



Metecos Periecos
Escravos Hilotas


QUESTAO 27
As Olimpíadas eram acontecimentos tão importantes que até as guerras eram adiadas para que todas as polis pudessem participar das competições.

QUESTAO 28
S Ó C R A T E S
Z E U S
E S C U L T U R A
T E A T R O
E U C L I D E S
P A R T E N O N
M E D I C I N A

QUESTAO 29
a) Nesta questão o aluno poderá trabalhar com a questão feminina, com as modalidades de competição, com a nacionalidade dos competidores e com a questão da premiação.

b) A perda de identidade dos Jogos Olímpicos teve início com o domínio romano sobre os gregos. Na época do Imperador Nero, no lugar de cidadãos livres, escravos passaram a competir por suas vidas contra animais selvagens. Em 393 d.C. os gloriosos Jogos Olímpicos foram abolidos por decreto do Imperador Romano Teodósio.

QUESTAO 30
a) A democracia ateniense atendeu aos interesses das classes dominantes em Atenas, ao garantir aos proprietários de terra e de escravos o direito de participar diretamente da vida política.

b) “(...) De acordo com nossas leis somos todos iguais no que se refere aos negócios privados. Quanto à participação na vida pública, porém, cada qual obtém a consideração de acordo com seus méritos e mais importante é o valor pessoal que a classe à que se pertence; isto quer dizer que ninguém sente o obstáculo de sua pobreza ou da condição social inferior quando seu valor o capacite a prestar serviços à cidade."

QUESTAO 31
a) O texto faz referência a cidade de Esparta.

b) A cidade de Esparta caracteriza-se politicamente por um regime aristocrático, militarista. As atividades econômicas são praticadas pelos escravos (prisioneiros de guerra). Nenhum espartano pode ter mais que o outro, as medidas de Licurgo eliminaram as diferenças econômicas e sociais.

QUESTAO 32
a) A guerra do Peloponeso foi uma disputa entre as cidades gregas Esparta e Atenas. A causa foi que liderança de Atenas, após as guerras médicas, passou a ser questionada pelos Espartanos. Isto os levou a guerra pela hegemonia grega. Os espartanos receberam ajuda dos persas.

b) A Guerra do Peloponeso enfrentou as cidades gregas, jogando-as uma contra as outras, isto destruiu a economia e enfraqueceu as cidades debilitando o povo grego.

QUESTAO 33
Politeísta e características humanas dos deuses.

QUESTAO 34
a) independentes.
b) relevo acidentado contribuiu para essa separação.

QUESTAO 35
a) Tirania oligarquia democracia.
b) Tirania: autoritarismo.

QUESTAO 36
Governo da maioria. Hoje, para alguns resume-se em poder votar nas eleições.

GABARITO 3ª SÉRIE - ROMA

GABARITO DAS QUESTÕES OBJETIVAS

QUESTÃO 01: D QUESTÃO 11: C
QUESTÃO 02: B QUESTÃO 12: D
QUESTÃO 03: C QUESTÃO 13: C
QUESTÃO 04: A QUESTÃO 14: B
QUESTÃO 05: A QUESTÃO 15: A
QUESTÃO 06: D QUESTÃO 16: A
QUESTÃO 07: D QUESTÃO 17: B
QUESTÃO 08: A QUESTÃO 18: D
QUESTÃO 09: C
QUESTÃO 10: B

GABARITO DAS QUESTÕES ABERTAS

QUESTÃO 19
Nos balneários, os romanos tinham oportunidade de praticar o relaxamento, realizar encontro de negócios, encontro de negócios, de lazer, desfrutar de um grande prazer, etc.

QUESTÃO 20

a) • decretar a guerra ou firmar a paz:
• organizar novas províncias;
• promover a renovação dos magistrados;
• aprovar as leis votadas pelos comícios.

b) Eram encarregados da administração da cidade. Entre eles destacavam-se os cônsules (governantes com funções jurídicas, militares e políticas), os pretores (cuidavam da justiça), os questores (cuidavam das finanças) e os censores (recenseamento).

QUESTÃO 21
Roma e Cartago aspiravam a supremacia marítima e comercial no Mar Mediterrâneo. Cartago pretendia impor o seu domínio mercantil sobre a região da Magna Grécia, ao sul da Itália.

QUESTÃO 22

a)“Política do Pão e Circo”
b) O processo militar expansionista, deflagrado por Roma, favoreceu a consolidação do modo de produção escravista, por causa da grande quantidade de prisioneiros de guerras capturados, levando ao desemprego uma enorme massa de trabalhadores livres. Os espetáculos tinham a finalidade de desviar a atenção do povo e evitar o descontentamento, os motins e as revoltas.

QUESTÃO 23
a) Igualdade de direitos políticos, extinção da escravidão por dívida.
b) Surgimento dos Tribunos da Plebe, responsáveis pela defesa e reivindicação dos direitos da plebe, podendo vetar as leis do Senado contrárias aos seus interesses.
Lei da Canuléia, contribuiu para a princípio da igualdade civil autorizando o casamento entre patrícios e plebeus.

QUESTÃO 24
a) Os irmãos Gracos foram tribunos da plebe, Sólon, legislador e Psístrato, tirano e também legislador.

b) Os irmãos Graco defendiam a distribuição aos pobres das terras públicas adquiridas durante as conquistas. A defesa de uma política agrária que atendesse as necessidades dos pobres termina com a morte dos irmãos Graco.

QUESTÃO 25
Roma foi simultaneamente mãe das nações por ter construído um grande império. Esse fato tornou o Império alvo de povos ambiciosos. O grande crescimento populacional, a diminuição da mão-de-obra escrava devido a queda das conquistas romanas, aliadas as ambições dos generais tornam o Império vulnerável as invasões dos povos "bárbaros".
A crise econômica do império acabou com muitos proprietários de terras e comerciantes. Diante desses e outros acontecimentos é que podemos afirmar que Roma construiu sua própria sepultura. Sua queda foi a junção de vários acontecimentos gerados dentro de seus domínios.

QUESTÃO 26
Nesta questão o aluno deve trabalhar com a compra dos votos, com a falta de formação política do povo brasileiro, com o analfabetismo e com o avanço da miséria.

QUESTÃO 27
A principal causa das Guerras Púnicas foi a disputa pela hegemonia comercial na região do Mediterrâneo. Quando os romanos dominaram completamente a Península Itálica, Cartago era uma próspera cidade comercial, portanto, forte concorrente dos romanos.

QUESTÃO 28

O Coliseu era um grande estádio (arena) onde se realizavam espetáculos grandiosos como a corrida de biga romana e as lutas de gladiadores.

QUESTÃO 29
Lendariamente, a cidade de Roma teve a sua fundação a partir dos irmãos Rômulo e Remo, que foram amamentados e protegidos por uma loba, depois de terem sido abandonados nas águas de um rio. Historicamente, Roma surgiu da fusão de sete pequenas aldeias de pastores.

QUESTÃO 30
Por viverem em uma época com grandes riscos de invasões, os europeus desse século construíram grandes fortalezas como os castelos para se protegerem desses invasores.


QUESTÃO 31
Os romanos caracterizavam-se, sobretudo no período imperial, como uma sociedade urbana, com amplo desenvolvimento das atividades mercantis e do escravismo a partir das conquistas territoriais, iniciadas no período republicano. As instituições políticas (o Senado, a Assembléia Centuriata e as Magistraturas) exerciam funções representativas e administrativas durante a fase republicana, tendo sido enfraquecidas com a ascensão dos governos imperiais.
Os germânicos, no período de contato com o Império Romano, a partir do século III, organizavam-se em tribos e suas leis eram consuetudinárias. Em tempos de guerras e festas religiosas, as tribos formavam confederações e, através do comitatus, os guerreiros juravam lealdade aos chefes.

domingo, 5 de abril de 2009

solução: AS COMUNIDADES PRIMITIVAS - 3ª SÉRIE

GABARITO QUESTÕES OBJETIVAS


QUESTÃO 01 B
QUESTÃO 02 C
QUESTÃO 03 D
QUESTÃO 04 C
QUESTÃO 05 B
QUESTÃO 06 A
QUESTÃO 07 B
QUESTÃO 08 B

GABARITO QUESTÕES ABERTAS

QUESTÃO 09
Respostas: Professor, o aluno deve elaborar o texto destacando os seguintes aspectos: vida sedentária, criação de animais, prática da agricultura, confecção de artesanato, prática da tecelagem e uso de ferramentas e instrumentos mais sofisticados.

QUESTÃO 10
a) Transição do Paleolítico para o Neolítico.
b) Mudanças econômicas, sociais, tecnológicas e o aumento demográfico.
QUESTÃO 11
Que todos os seres existentes no universo seriam o resultado de uma constante e lenta evolução; que o homem descendia de uma raça evoluída de antropóides. Algumas espécies não conseguiram sobreviver e extinguiram-se.

QUESTÃO 12
a) ... a sedentarização e a produção de excedente, que contribuiu para o aumento da população.
b) ... o surgimento das técnicas de tecelagem.

QUESTÃO 13

a) V - Lagoa Santa

b) V - rupestres

c) V - nômade

d) F - _____________

QUESTÃO 14
a) O principal representante da teoria evolucionista é o cientista inglês Charles Darwin.

b) Charles Darwin afirmou no século XIX, que o homem e todos os seres vivos são o resultado de um longo processo de evolução. Para ele, os seres vivos evoluíram de diversas formas, das mais simples as mais complexas, e ainda continuam em transformação. As mudanças ocorridas ao longo de milhões de anos no meio ambiente obrigaram os seres vivos a adaptarem-se as novas condições de vida para sobreviverem, foi preciso evoluir para sobreviver. Aqueles seres que não evoluíram desapareceram. Este processo de evolução a adaptação recebeu o nome de seleção natural.


QUESTÃO 15
Nesta questão o(a) professor(a) deverá verificar a relação e utilização correta dos termos históricos. Não aceite frases soltas nem relações improváveis. Observe bem a interligação das figuras feitas pelo aluno.

QUESTÃO 16
A resposta para esta questão vai depender da visão e da compreensão do aluno na leitura do texto. Caso o aluno se posicione contrário à teoria citada, poderá utilizar o último parágrafo do texto para justificar sua posição.
Caso contrário, corrija de acordo com a veracidade histórica dos argumentos utilizados.

QUESTÃO 17
Paleolítico - é caracterizado pelo uso de utensílios elaborados a partir da pedra lascada. Nesse momento, o ser humano era nômade, subsistindo a partir da coleta, da caça e da pesca. Constituía comunidades onde predominava a propriedade coletiva dos meios de produção..
Neolítico - é marcado pelo processo de sedentarização da espécie humana. A partir do domínio sobre técnicas agrícolas e da criação de animais, formaram-se os primeiros núcleos urbanos e deu-se a organização das tribos, que correspondem a formações sociais mais complexas.
Idade dos Metais - foi o momento em que o ser humano, aperfeiçoando técnicas de metalurgia, conseguiu elaborar instrumentos de trabalho e armas. Com isso, alguns grupos passaram a deter a hegemonia sobre outros e as sociedades dividiram-se em classes sociais.


QUESTÃO 18
a) Paleolítico.
b) Os homens desse período habitavam as cavernas.
c) As comunidades eram nômades viviam da caça e da coleta de frutos raízes.

QUESTÃO 19
O estudo da arqueóloga Niéde Guidon afirma que o homem já está presente na América a muito mais tempo do que se pensava. As evidências apresentadas pelos pesquisadores Emílio Fogaça e Eric Boema confirmam a relevância da pesquisa da arqueóloga.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

3º A - Solução de Atividade sobre antiguidade oriental feita em sala de aula

QUESTÃO 1:
a) Ambos faziam comércio e navegavam no Mediterrâneo.
b) O comércio fenício possibilitou o surgimento de um alfabeto simplificado para facilitar as transações comerciais. Esse alfabeto influenciou o alfabeto grego que influenciou o latino.


QUESTÃO 2:
a) Na Antigüidade, a escrita foi um dos fatores que permitiu organizar a estrutura burocrática do Estado.
Por meio dela, foi possível ter controle sobre as propriedades e os benefícios gerados pelos trabalhadores de uma sociedade rigorosamente hierarquizada.
b) O Estado se constituiu numa forma complexa de organização social, que empreendeu junto a rios grandes obras de irrigação, aumentando as áreas agricultáveis. Favoreceu ainda o comércio, regulamentando-o e, por ação militar, garantindo a sua segurança.

terça-feira, 24 de março de 2009

ROTEIRO PARA ANÁLISE DO FILME OPERAÇÃO VALQUÍRIA

ROTEIRO PARA ANÁLISE DO FILME: OPERAÇÃO VALQUÍRIA
SINOPSE:
Baseado em fatos reais, o filme descreve a ação de um grupo de oficiais que planeja assassinar Hitler. O momento adequado é em 20 de Julho de 1944, quando Hitler faz discurso durante uma conferência. Um de seus oficiais, o coronel Claus von Stauffenberg (Cruise), sai do local na surdina deixando ali uma bomba.

ANO: ___________________________________
DIRETOR: _______________________________
ELENCO: ________________________________
GÊNERO: ________________________________
TEMPO DE DURAÇÃO: ___________________



CONTEXTO HISTÓRICO:
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



COMPLETE:
Gravemente ferido no combate, o Coronel _____________________________volta da África à_______________ e se envolve em uma conspiração para acabar com a _______________em seu país. A única alternativa encontrada pelos ________________é assassinar__________________. Stauffenberg ajuda a criar a Operação______________, que, além de planejar o assassinato, ainda prevê a implantação de um _______________substituto. O destino e as circunstâncias levam o_____________ a ocupar uma posição de destaque no _____________. Ele terá de liderar todo o grupo e ele mesmo terá de __________________Hitler.




DESCREVA SUA OPINIÃO EM RELAÇÃO A TRILHA SONORA .
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

QUAL O SIGNIFICADO HISTÓRICO DO TÍTULO DO FILME?
___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________O PLANO DE CONSPIRAÇÃO FUNCIONOU? COMO TERMINOU O FILME?
___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



FAÇA UMA BREVE DESCRIÇÃO DO CONTEXTO DAS CENAS ABAIXO:


terça-feira, 17 de março de 2009

1ª SÉRIE - ATIVIDADE BETA



PESQUISE SOBRE A SITUAÇÃO DO EGITO HOJE:
* PIB
* POPULAÇÃO
* ECONOMIA
* FORMA DE GOVERNO
* RELIGIÃO
* MOEDA


POSTAR COMENTÁRIO ATÉ 21/03/2009

3ª SÉRIE - ATIVDADE BETA


"O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO"

COMENTE ESSA FRASE.


POSTAR COMENTÁRIO ATÉ 21/03/2009

2ª SÉRIE - ATIVIDADE BETA


A Declaração de Independência dos Estados Unidos, aprovada pelo Congresso Continental em 4 de Julho de 1776, tem estampada no seu texto o génio de Thomas Jefferson.

PESQUISE SOBRE ALGUNS ARTIGOS DESSA DECLARAÇÃO E COMENTE-OS.

POSTAR COMENTÁRIO ATÉ 21/03/2009

sinopse do filme: O PATRIOTA

Benjamin Martin (Mel Gibson) é um herói do violento conflito entre França e Índia. Desde o término da guerra, ele renunciou a luta e resolveu viver em paz com sua família. Mas quando os ingleses levam a guerra da independência americana para dentro de sua casa, Benjamin não vê outra saída a não ser pegar nas armas novamente, desta vez acompanhado por seu filho idealista (Heath Ledger), e liderar uma brava rebelião em uma batalha contra o implacável e equipado exército britânico. Neste processo, ele descobre que o único meio de proteger sua família é lutando pela liberdade da jovem nação.
O ano é 1776. Na Carolina do Sul um pacato fazendeiro Benjamin Martin (Mel Gibson) vive com sua família. Martin foi um ex-herói de guerra, mas agora só quer saber de plantar e construir cadeiras de balanço. Nada muito promissor. Os Estados Unidos declaram guerra contra a Inglaterra, mas Mel Gibson prefere a vida bucólica do campo. Seu filho mais velho Gabriel (Heath Ledger) vai para o campo de batalha.

Porém, nada comove Benjamin Martin. A Inglaterra está dando de relho nos americanos. O bom e velho Martin prefere ficar em casa mascando uma folha de capim. Até que com dezenas de famílias morando na região, os gringos resolvem implicar justamente com quem? Mel Gibson. Até parece que eles não viram Mad Max. Para piorar as coisas um de seus filhos morre assassinado.

Assim, o outrora pacífico Benjamin resolve se vingar. Para conseguir seu intento vai ter de derrotar o gigantesco e bem preparado exército inglês. Difícil? Capaz! Nada que umas 52.121.475.239 mortes não resolvam. E lá vai Mel Gibson decepar braços, cortar cabeças, abrir estômagos.

Curiosamente, os ingleses que venciam todos os confrontos antes do bom e velho Benjamin entrar na guerra começam a entrar pelo cano. Contudo, como na vida fácil mesmo é ser presidente do Vasco da Gama, o filho mais velho de Benjamin também morre. Assim o patriarca da família decide que é hora de dar um basta e os Estados Unidos virarem uma nação independente até por que ninguém aguenta mais os inacreditáveis 168 minutos de duração do filme.

Uma das poucas coisas divertidas em O Patriota são as cenas de batalhas. Os exércitos americano e inglês caminhavam solenes até ficarem ao alcance de um tiro de arcabuz. Bom, aí a primeira fileira de soldados carregava as armas e atirava. Todos morriam, é claro. Difícil encontrar um meio mais idiota de morrer.

terça-feira, 3 de março de 2009

1ª SÉRIE - ATIVIDADE ALFA




PRÉ-HISTÓRIA
(Origem do homem - 4.000 a.C.)
É o período que vai do surgimento dos primeiros hominídeos que deram origem à espécie humana até a invenção da escrita, e é o período em que se observa o surgimento do Homem e sua evolução biológica e cultural.
Devemos observar que a invenção da escrita não ocorreu ao mesmo tempo em todo o planeta, e que os vestígios deixados pelos nossos ancestrais podem indicar pistas de sua passagem pela Terra,mesmo que eles não tenham deixado registros escritos.
A PERIODIZAÇÃO DA PRÉ-HISTÓRIA
Baseada numa visão evolucionista do processo histórico.
· Paleolítico.
· Mesolítico.
· Neolítico.
· Idade dos Metais.
PALEOLÍTICO OU IDADE DA PEDRA LASCADA
(Até Aproximadamente 10.000 a.C)
Por viver da caça e da coleta o homem era nômade de vivia coletivamente.
- regime de comunidade primitiva
- atividades econômicas: caça, pesca e coleta de frutos, raízes e ovos.
- instrumentos rudimentares feitos de ossos, madeiras ou lascas de pedra (sílex): raspadores, furadores.
- nomadismo.
- controle do fogo.
- habitação: cavernas, copa de árvores ou choças feitas de galhos.
- propriedade coletiva das terras, águas e bosques.
- pintura rupestre.
- sepultamento dos corpos.
NEOLÍTICO OU IDADE DA PEDRA POLIDA
(Aproximadamente 10.000 - 4.000 a.C)
Com a revolução agrária o homem tornou-se sedentário.
Teve início a transição do coletivismo para o individualismo.
Agrupados em comunidades, firmaram os rudimentos das trocas das propriedades e da urbanidade.
-Revolução Neolítica ou Agrícola
-Agricultura: cultivo de plantas.
-Pecuária: criação (domesticação) de animais.
- importância da mulher.
- aldeias.
- sedentarização.
- aumento da população.
IDADE DOS METAIS
- dissolução das comunidades neolíticas e formação de aglomerados urbanos
- cobre, bronze e ferro.
- produção de excedente.
- aumento da população.
- armas.
- aparecimento das classes sociais e da produção destinada a troca e não somente ao consumo pessoal.
- desigualdade social.
- propriedade privada.
- Estado.
- escrita.
- Civilização: sociedades baseadas no regime de servidão coletiva, de Estado absoluto (sociedades asiáticas: Egito e Mesopotâmia); e sociedades escravistas (Grécia e Roma).


COM BASE NAS INFORMAÇÃO ACIMA PRODUZA UM BREVE COMENTÁRIO QUE RELCIONE OS PERÍODOS DA PRÉ-HISTÓRIA.

BOM TRABALHO!


POSTAR COMENTÁRIO ATÉ 07/03/2009

2ª SÉRIE - ATIVIDADE ALFA


Os iluministas achavam que os homens tinham sido feitos para pensar e construir um mundo melhor.
Você é parte desse mundo! PENSE!!!



DEFINA ILUMINISMO. (Procure descrever seu ponto de vista, não faça cópias)



POSTAR COMENTÁRIO ATÉ 07/03/2009


BOM TRABALHO!!!

3ª SÉRIE - ATIVDADE ALFA



FAÇA UMA ANÁLISE DA IMAGEM ACIMA E COMENTE.



POSTAR COMENTÁRIO ATÉ 07/03/2008



BEIJINHOS!!!!

SEJAM BEM VINDOS!


É com imensa satisfação que iniciamos mais um ano letivo e temos você fazendo parte da grande família TIRADENTES.

Animem-se é um novo ano! E os nossos corações se enchem de expectativa para o que esta por vir, por enquanto ainda oculto e inesperado.

Façamos um balanço dos ganhos e das perdas que nos acompanharam em 2008

E seja, qual for o resultado, é hora de renovar promessa, metas e sonhos.

Vamos comemorar o trabalho e o estudo, afinal as férias já terminaram, e as dificuldades vividas no ano passado nos servirão como aprendizado de vida.

Que neste ano letivo estejamos unidos, com saúde, em paz e comprometidos com a Educação do nosso país. E que nossa escola seja um lugar de conquistas, aprendizado, crescimento, felicidade, prazer e principalmente humanidade.

Sejam todos bem-vindos!