domingo, 24 de maio de 2009

2ª SÉRIE - ATIVIDADE GAMA




1 - RELACIONE a vinda da Corte portuguesa para o Brasil ao fato do governo português não ter assinado o dito acordo.




2 - A vinda da Corte portuguesa para o Brasil estimulou o crescimento da cidade do Rio de Janeiro. A população aumentou, surgiram novos prédios, o comércio se tornou mais variado. Afinal, milhares de nobres haviam trazido suas riquezas e suas famílias de Lisboa. O próprio D. João ordenou a execução de grandes obras no Rio de Janeiro.

CITE três dessas obras.


POSTAR RESPOSTAS ATÉ 30/05/2009

69 comentários:

tiago disse...

2-criação do Banco do Brasil,criação do Jardim Botânico e da biblioteca real e criação da Academia das Belas Artes.

Tiago José,N°38 2°B

Anônimo disse...

ele inauguro a abertura dos portos brasileiros às nações amigas,criação do Banco do Brasil em 12 de outubro de 1808,fundou a academia militar, da marinha e de um hospital militar,criação de uma fábrica de pólvora no Rio de Janeiro e entre outras obras de sua autoria.

Aluno:Igor Fermin Fernandes
Série:1ºA
nº:15

Anônimo disse...

1.A Europa está devastada pelo furacão Napoleão que mexeu em todos os tronos europeus e, no fim de 1807, está chegando em Portugal. É a madrugada de 27/11/1807 e a corte, desesperada, se atropela com pressa e desordem no cais de Belém para embarcar, filhas sem pais, mulheres sem marido, pessoas da mais alta nobreza que esperam subir a bordo com a roupa do corpo e com pouco ou nenhum dinheiro.

Aluno:Igor Fermin Fernandes
Série:1ºA
nº:15

Anônimo disse...

Napoleão decretou o bloqueio continental obrigando que várias nações rompessem toda e qualquer relaçao com a Inglaterra.Dentre os países que estavam sofrendo pressões de Napoleão para aderir o bloqueio estava Portugal,que se encontrava num sério dilema,pois nao podia romper de uma hora pra outra com a Inglaterra,da qual dependia muito a soluçao encontrada foi D.João foi fugir para o Brasil.Eles fugiram um dia antes da chegada das tropas francesas a Lisboa.A fuga aconteceu no dia 29 de novembro de 1807 vieram para o Brasil cerca de 10.000 pessoas de aristocracia portuguesa.A Coroa portuguesa recebeu apoio da Inglaterra que protegeu os portugueses durante a viagem com seus navios.

Obras:Criação do Bnaco do Brasil em 12 de Outubro de 1808,Criação do Jardim Botanico e da Biblioteca Real e Crição da Academia das Belas Artes.

Marisa Lobo Martins 2º B nº: 30

genize disse...

1- A transferência da corte portuguesa para o Brasil foi o episódio da história de Portugal e da história do Brasil em que a Família Real Portuguesa e a sua Corte (inicialmente 15 mil pessoas) se radicaram no Brasil, entre 1808 e 1820.

O plano de transferência da Família Real para o Brasil, refúgio seguro para a soberania portuguesa quando a resistência militar a um invasor fosse inútil na metrópole. A invasão de Napolião nas terras portuguesas.

2- a Biblioteca Nacional, o Museu Nacional e o Teatro São João.

Genize Pereira n°18
2° ano B

Fernando André disse...

Ele criou ao chegar no Brasil a Escola de Belas Artes D. João VI (1979) criou tbm o jardim botânico a biblioteca real academia militar banco real , .. essas são as mais importantes :D

bom a coroa portuguesa naum queria explorar muito o brasil, e sim o continente asiatico , so q como os piratas franceses começaram a vim para o brasil , algumas embarcações portuguesas mesmo sem a autorização da coroa , começaram a vim para a america (brasil) tudo isso em busca de explorar o pau-brasil .....


Fernando André nº 15 2º B

GrazielaMorais disse...

Se a monarquia portuguesa não fosse uma das mais desordenadas e conservadoras da Europa,a transferência da corte para o Brasil poderia ter acontecido bem antes,sem necessidade do empurrãozinho napoleônico.A ideia começou a ser formulada logo depois da reconstrução de Portugal como reino independente em 1640 .O pais tinha passado os 60 anos anteriores sob dominio da Espanha,massua segurança não era garantida.Mas,se Portugal era vunerável,seria muito dificil para um inimigo europeu invadir e ocupar as enorme extençãos do Brasil.Por isso,no começo do século 18,o diplomata Luís Da Cunha escreveu para o rei João V ' Considerei que a Sua Majestade se achava na idade de ver potentissimo e bem povoado aquele imenso continente do Brasil; e nele tomasse o titulo de imperador do Ocidente. '
Uma vez que se sentiram precionados,partiram sem cumprir acordos,o bloqueio continental imposto por Napoleão e assim quebrando o pacto colonial,trazendo por Brasil um nova tática de império,a abertura dos portos.


*criação do Banco do Brasil; *criação do Jardim Botânico e da biblioteca real;
*criação da Academia das Belas Artes.



{Graziela Morais nº20 | 2º ano "B"}

Anônimo disse...

'A criação do jardim botanico,a biblioteca real,o banco do brasil e a academia das belas artes.

Daiane Maia. N°:08 2B

Anônimo disse...

1 ) Napoleão decretou um bloqueio continental , proibindo que os paises tivessem relacoes com a inglaterra , portugal era um dos paises que tava sofrendo essas "opressoes " de napoleão , so que portugual nao podia cortar relaçoes com a inglaterra, portugual dependia muito da inglaterra , a solução encontrada foi fugir para o Brasil , mais 10.000 portugueses foram para o brasil , com a ajuda de Tropas inglesas que protejaram os portugueses ate sua chegada .


2) Banco do Brasil , criação do Jardim botanico e da Biblioteca , o museu nacional .


Aluna : Maria Carolina Ramalhaes Amaral nº 29

2º ano B

Anônimo disse...

A vinda da familia real para o Brasil foi a unica saida encontrada por D.João VI para a coroa portuguesa, aqui eles conguiram meios para explorar o país das mais diversas formas, desvastaram fauna e a flora, exploraram pra valer todas as riquezas do nosso país sendo elas natrais ou não, foi a forma com que eles acharam para reconstituir a cora.
Consideram que a vinda da Corte para as terras americanas foi uma inteligente e feliz manobra política. Para alguns, agindo assim, D. João "escapava", de todas as humilhações sofridas por seus parentes castelhanos e mantinha-se na plenitude dos seus direitos, pretensões e esperanças. Era como que uma ameaça viva e constante à manutenção da integridade do sistema napoleônico.

Obras: Criação do Jardim Botânico e da biblioteca real, criação da Academia das Belas Artes e criação do Banco do Brasil.

Elis Monique / nº11 / 2ºB

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Lima disse...

(1) Portugal era governado pelo provável herdeiro da coroa, Dom João. Portugal e Inglaterra eram velhos cúmplices, o que deixou Dom João em uma posição delicadíssima. A situação dele não era nada fácil.Ir contra Napoleão ele não poderia, pois correria o risco de uma invasão francesa e esperar ver a Inglaterra invadir o Brasil. Nem uma nem outra atitude era fácil para D. João.

(2)Banco do Brasil, Academia de Belas-Artes e dois colégios de Medicina e Cirurgia, no Rio de Janeiro e em Salvador.



Ana Carla; nº 02
2º B

Caíque disse...

1)A vinda da corte portuguesa para o Brasil foi o episódio em que começou a história do Brasil e Portugal, em que a família real portuguesa se radicou no Brasil entre 1808 e 1820. Isso foi um refúgio seguro para a corte. Napoleão e a resistência militar invadiram as terras portuguesas.

2)Biblioteca Real, Banco do Brasil e do Jardim Botânico.

Caique Santana. nº 6
2ºB

Anônimo disse...

1-A Inglaterra era muito poderosa, especialmente nos mares, porque sua esquadra era imbatível, e na economia, estava em plena Revolução Industrial.

A França, tradicional inimiga da Inglaterra, tinha um exército muito poderoso e era governada por um grande general, Napoleão Bonaparte, que não conseguia dominar a Inglaterra.

Para enfraquecer a Inglaterra, desorganizando sua economia, Napoleão decretou o “Bloqueio Continental” , proibindo que os países da Europa comprassem os produtos ingleses. Acontece que, Portugal era aliado da Inglaterra, assim não podia aceitar o “Bloqueio” . Então a situação para Portugal era: se correr o bicho pega e se ficar o bicho come! Portugal preferiu correr! Pra onde? Pro Brasil! E foi assim que a família real portuguesa e vários outros portugueses chegaram ao Brasil!

2-Obras: Criação do Jardim Botânico e da biblioteca real, criação da Academia das Belas Artes e criação do Banco do Brasil.

Guilherme Sampaio Cabral
número 21
segundo ano "B"

driih disse...

1. Napoleão ordenou que todos os países da Europa não comercializassem com o comercio inglês, tendo em vista prejudicar a economia inglesa.
Portugal no poderia romper vínculos com os ingleses, a solução foi a fuga da família real para o Brasil

2.Banco do Brasil; Jardim Botânico; Biblioteca Real.

Adriane Cortez nº03 2ºC

Anônimo disse...

1ºNapoleão ordenou a não comercialização dos demais países Europeus com a Inglaterra,os Portugueses que tinham a Inglaterra como protetor, descidiu deixar a Europa, fugindo para o Brasil, para não interferir nas brigas politicas, entre França e Inglaterra.

2ºCriação da Biblioteca Real,Banco do Brasil, Jardim Botânico e etc,tudo para o uso da alta nobreza.

Aluno:Alan Jordan Nº04 2ªC

a disse...

A corte portuguesa veio para o Brasil por causa das invasoes em Portugal, tropas militares, e napoleao decretou qualquer tipo de relação com a Inglaterra, por isso nao foi possivel ser assinado o acordo.

As obras que feitas foram as seguintes: criação do Banco do Brasil,criação do Jardim Botânico e da biblioteca real e criação da Academia das Belas Artes.

Amanda Guedes, nº02, 2ºA

Thais disse...

1-Em 1530, portugal finalmente decidiu implementar a colonização das terras que lhe cabiam na América. A decisão foi tomada por três razões: Por um lado o governo português estava preocupado com o risco de perder o novo território para os franceses, caso nao promovesse sua ocupação. Estes ignoravam os termos do Tratado de Tordesilha e ameaçava tomar as terras que nao estivesse efetivamente ocupadas por portugueses e espanhóis.

2-Criação do bando do brasil, biblioteca nacional e o jardim botanico.

Thais disse...

1-Em 1530, portugal finalmente decidiu implementar a colonização das terras que lhe cabiam na América. A decisão foi tomada por três razões: Por um lado o governo português estava preocupado com o risco de perder o novo território para os franceses, caso nao promovesse sua ocupação. Estes ignoravam os termos do Tratado de Tordesilha e ameaçava tomar as terras que nao estivesse efetivamente ocupadas por portugueses e espanhóis.

2-Criação do bando do brasil, biblioteca nacional e o jardim botanico.

[Thais Nº37 2ºB ]

Anônimo disse...

1)A familia real refugiou-se no Brsasil temendo as tropas de Napoleão

2)criação do Banco do Brasil,criaçao do Jardim Botânico, e da Academia das Belas Artes

Iunaiá 2ºA Nº15

The Lord Pop disse...

1- Decretou o bloqueio continental proibindo q vários países comercializassem com a Inglaterra.
saída da família real de Portugal para o Brasil foi a unica alternativa para a coroa Portuguesa podendo aqui explorar o pais.

2-Ele criou ao chegar no Brasil a Biblioteca Nacional, o Museu Nacional,Jardim Botânico.

ALUNO:Pablo Cavalcante
N:27 / 2° Ano 'A'

Anônimo disse...

1-A economia portuguesa havia muito se encontrava subordinada à inglesa. Daí a relutância de Portugal em aderir incondicionalmente ao bloqueio. Napoleão resolveu o impasse ordenando a invasão do pequeno reino ibérico. Sem chances de resistir ao ataque, a família real transferiu-se para o Brasil em 1808, sob proteção inglesa.
2- Banco do Brasil, Biblioteca real e Academia das Belas Artes.
Fernanda Amorim nº14 2ºB

Anônimo disse...

1-A economia portuguesa havia muito se encontrava subordinada à inglesa. Daí a relutância de Portugal em aderir incondicionalmente ao bloqueio. Napoleão resolveu o impasse ordenando a invasão do pequeno reino ibérico. Sem chances de resistir ao ataque, a família real transferiu-se para o Brasil em 1808, sob proteção inglesa.
2-Banco do Brasil , Biblioteca Real e Academia das Belas Artes

Anônimo disse...

Napoleão decretou o bloqueio continental obrigando que várias nações rompessem toda e qualquer relaçao com a Inglaterra. O plano de transferência da Família Real para o Brasil, refúgio seguro para a soberania portuguesa quando a resistência militar a um invasor fosse inútil na metrópole. A invasão de Napolião nas terras portuguesas.


Obras: Criação do Jardim Botânico e da biblioteca real, criação da Academia das Belas Artes e criação do Banco do Brasil.

Aluna:Irlla Lima
Série:2ºC
nº18

Anônimo disse...

Em 1530, portugal finalmente decidiu implementar a colonização das terras que lhe cabiam na América. A decisão foi tomada por três razões: Por um lado o governo português estava preocupado com o risco de perder o novo território para os franceses, caso nao promovesse sua ocupação.Napoleão ordenou a não comercialização dos demais países Europeus com a Inglaterra,os Portugueses que tinham a Inglaterra como protetor, descidiu deixar a Europa, fugindo para o Brasil, para não interferir nas brigas politicas, entre França e Inglaterra.

Aluna:Jeane Cristina
Série:2ºA
nº:17

rebeca leite disse...

1-A vinda da família real portuguesa para o Brasil representou um passo importante para a nossa futura independência política.Na primeira década do século XIX, as forças militares de Napoleão Bonaparte, tomaram a Europa, em nome dos ideais democráticos da Revolução Francesa. Napoleão tinha a intenção de dominar a Europa dividindo o continente entre aliados e amigos da França. Essa divisão foi levada radicalmente em 1806, quando foi declarado o BLOQUEIO CONTINENTAL por meio do qual pretendia sufocar a economia inglesa, que era principal adversário francês.Bloqueio Continental foi instituído através de um decreto de Napoleão Bonaparte, assinado em 1806, proibindo os países europeus de receberem navios ingleses em seus portos e de venderem produtos a Inglaterra.Com essa medida Napoleão Bonaparte pretendia enfraquecer a Inglaterra, privando-a de seus mercados consumidores e de suas fontes de abastecimentos. Aliado fiel do Império Britânico, Portugal viu-se no meio de um grave conflito internacional.Não podia virar as costas a Inglaterra, nem afrontar o bloqueio napoleônico.

2-criação do Banco do Brasil,criação do Jardim Botânico e da biblioteca real e criação da Academia das Belas Artes.

nome:Rebeca Leite De Souza
n 32 serie: 2A

Fabricio Barros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabricio Barros disse...

1-)Napoleão decretou o Bloqueio Continental - determinação que vetava os países da Europa de negociar com a Inglaterra.
Neste momento, Portugal era governado pelo provável herdeiro da coroa, Dom João. Portugal e Inglaterra eram velhos cúmplices, o que deixou Dom João em uma posição delicadíssima.E com essa posição bastante delicada que se encontrava nas mãos de Dom João.
A saída encontrada, em conluio com os ingleses, foi a mudança da comitiva portuguesa para o Brasil. Em novembro de 1807, sob proteção da força naval inglesa, D. João, sua linhagem e a nobreza que o rodeava mudaram-se para o Brasil.

2-)Criação do Banco do Brasil,Criação do Jardim Botanico e da Biblioteca Real,Criação da Academia das Belas Artes.

Fabricio da Silva Barros Nº:13
Série:2ºC

3 marias blog disse...

é pra número1:o covarde D.João estava entre a cruz e a espada,napoleão ameaçava por um lado e a inglaterra por outro,ai ele em sua heróica covardia fugiu para o Brasil,tinha também o tratado de tordesilhas entre outras coisas,havia também a necessidade de se ocupar as terras...
2 o Banco do Brasil,o Jardim Botânico do RJ e tbm academia de belas artes e a biblioteca real...

danieli disse...

Napoleão quando se tornou soberano do império da França, seu objetivo era apoderar-se de toda a Europa e para isso devassou o exército de diversos países. Neste momento, Portugal era governado pelo provável herdeiro da coroa, Dom João. Portugal e Inglaterra eram velhos cúmplices e Dom Pedro não sabia se ia contra Napoleão e correr o risco de uma invasão francesa ou esperar para ver a Inglaterra invadir o Brasil. Sua única alternativa foi D. João, sua linhagem e a nobreza que o rodeava mudaram-se para o Brasil, sob a proteção da força naval inglesa. Após a chegada da comitiva portuguesa ao Brasil houve melhorias não só econômicas, mas também culturais e educacionais. Mais nem tudo foi glória, os cariocas tiveram que arcar com o alto custo de tudo, além de doar alimentos e tecidos para manter a mordomia da Corte, que não se importavam em esbanjar, eles ainda tinha que ceder suas casas para abrigar os portugueses que tinha carta branca para escolher a casa que queria ficar e os moradores daquela residência tinha tempo determinado para se retirarem de suas próprias casas.
E enquanto o Brasil crescia, em Portugal a situação não era das melhores, o povo encontrava-se em situação de pobreza em conseqüência da guerra contra Napoleão e o comércio estava em decadência devido à abertura dos portos brasileiros.
Revoltados, os portugueses exigiram a volta de D. João. Pediam também que fossem banidos os administradores estrangeiros e o comércio brasileiro fosse realizado somente pelos mercantes de Portugal. D. João decidiu voltar para Portugal mais seu filho D. Pedro ficaria como governante do Brasil, o que deixou tanto os portugueses como os brasileiros contentes. Mais D. João foi bastante Mão leve e foi embora com o dinheiro e o ouro do Banco do Brasil.É ficou meio grandinhu mais foi o q eu consegui entender tava com vontade de estudar hj ohh prof =D..

Danieli marques, nº 09
2º ano B.

♥♥♥♥ Gleizy ♥♥♥♥ disse...

Portugal não tinha a menor condição de enfrentar o poderoso exército francês. Também não tinha como romper sua amizade com a Inglaterra. Quem governava Portugal ( e o Brasil também, é claro) era o Príncipe Regente, D. João, porque sua mãe, D. Maria era louca, e para ele a situação parecia sem saída.
Nessa altura, os ingleses ofereceram à Corte portuguesa uma opção interessante : toda a Corte poderia vir para a sua colônia, o Brasil, fugindo assim do exército francês. Nessa viagem, seriam escoltados e protegidos por navios ingleses ( assim Portugal ficaria em dívida com a Inglaterra).
A decisão de abandonar Portugal era muito difícil e D. João não conseguia resolver se ficava ou se partia. Só quando o exército francês já estava próximo demais tudo teve que ser resolvido às pressas. Assim foi uma vergonha, o povo zombando de seus nobres e governantes que fugiam desesperados abandonando seu país.
Para os nobres portugueses deve ter sido uma horrível aventura abandonar a Europa com todos os seus confortos para vir para uma terra desconhecida e selvagem, além de muito quente !
Depois de 50 dias de viagem, os navios portugueses chegaram ao Brasil, aportando em Salvador, Bahia. Imagine o que os nobres fugitivos devem ter sentido ! O Rio de Janeiro, local onde a Corte veio morar, era completamente imundo, cheio de mosquitos, muitos que transmitiam doenças, ruas de terra e um clima difícil de suportar para os europeus.
Com a vinda da Corte Portuguesa para o Brasil, o Rio de Janeiro foi privilegiado.
Se o Príncipe Regente de Portugal ( D. João) governava do Rio de Janeiro, aqui era a capital do Império Português. Aqui morava a Família Real Portuguesa, portanto era preciso que a cidade fosse embelezada e oferecesse tudo aquilo de que os nobres precisavam.
Assim, surgiram novas casas e novos bairros, a Família Real foi morar na chácara onde hoje é a Quinta da Boa Vista. Foram criados novos serviços públicos como : Arquivo Real Militar, Real Fábrica de Pólvora, Erário Régio, Tribunal da Junta do Comércio, o Corpo da Guarda da Polícia, o Banco do Brasil.
Além disso, os nobres estavam habituados a ter acesso à cultura portanto, o Rio de Janeiro ganhou a Biblioteca Nacional, o Jardim Botânico, o Teatro Real de São João, a Imprensa Régia e várias Escolas.
Assim que a Corte portuguesa chegou ao Brasil, todos perfeitamente salvos, protegidos pela Inglaterra, D. João teve que pagar ( bem caro ) suas dívidas para com os ingleses. A primeira exigência da Inglaterra foi que Portugal acabasse com o “Pacto Colonial”.
A vinda da Família Real Portuguesa para o Brasil foi muito importante para a Inglaterra mas, foi mais ainda para o Brasil. Foi durante o governo de D. João, com o fim do Pacto Colonial e outras medidas, que o Brasil começou a se libertar do domínio português.

Obras de Dom João: A Biblioteca Nacional, o Museu Nacional, o Jardim Botânico e o Teatro São João.


Glêziane de Almeida Silva nº 19 2ºB

Fabiane disse...

Em 1502, Portugal fechou um acordo para a exploração da madeira com um grupo de comerciantes liderado por Fernão de Noronha.Depois de alguns anos, o contrato caducou e nao foi renovado
Sem uma ocupação efetiva, as novas terras ficariam a mercê da ação de traficantes e negociantes de outros países, principalmente franceses. Para combater "os intrusos", sobretudo entre 1516 e 1526, portugal enviou algumas expedicões denominadas guarda-costa.

2-Criação do Banco do Brasil, Teatro de são João, biblioteca Real e entre outtros.

Fabiane Rove Nº13 2ºB

thiele disse...

1 -Em 1806, quando foi declarado o BLOQUEIO CONTINENTAL por meio do qual pretendia sufocar a economia inglesa, que era principal adversário francês.Bloqueio Continental foi instituído através de um decreto de Napoleão Bonaparte, assinado em 1806, proibindo os países europeus de receberem navios ingleses em seus portos e de venderem produtos a Inglaterra.Com essa medida Napoleão Bonaparte pretendia enfraquecer a Inglaterra, privando-a de seus mercados consumidores e de suas fontes de abastecimentos. Aliado fiel do Império Britânico, Portugal viu-se no meio de um grave conflito internacional.Não podia virar as costas a Inglaterra, nem afrontar o bloqueio napoleônico.
A uica soluçao encontada por dom JOAO VI ,foi fugir para o Brasil com sua familia.


2-Jardim botanico ,Banco do Brasil e o musel nacional.



Thiele negreiros 2°A N°37

Anônimo disse...

1) Napoleão Bonaparte estabeleceu o Bloqueio Continental, ninguém podia comercializar com a Inglaterra, acontece que Portugal e Inglaterra eram velhos aliados e faziam muitos negócios entre si, por isso os portugueses decidiram não obedecer. Napoleão ficou furioso, preparou um exército, ordenando que conquistasse Portugal. Quando em Lisboa se soube que vinha aí uma invasão francesa, foi o pânico. Na altura não havia condições para enfrentar um inimigo tão forte, corria-se o risco de perder a independência. Que fazer? Depois de muitos debates, tomou-se uma decisão: a família real devia partir imediatamente para o Brasil que nessa época era uma colônia portuguesa.
2) Criação do Jardim Botânico, do Banco do Brasil e da biblioteca real.

Ana Paula F. Viana nº 04
2º A

Anônimo disse...

1 - Napoleão decretou o Bloqueio Continental (determinação que vetava os países da Europa de negociar com a Inglaterra.). Como Portugal era cúmplice da Inglaterra, a saída encontrada por D. João para não enfrentar Napoleão foi,a mudança dele, de sua linhagem e a nobreza que o rodeava (cerca de 15 mil pessoas) mudaram-se para o Brasil. Em novembro de 1807.


2 - Academia de Belas-Artes , Real Teatro de São João e Jardim Botânico


-> Aline P.X.-07 2º C bom fds prof ;}

LoLy disse...

1- A família real portuguesa vinheram se refugiar no brasil,para fugir a resistencia militar dos invasores franceses.

2-Banco do Brasil, Jardim botânico e biblioteca nascional

Nome:birla santos
nº10 2ºC

Anônimo disse...

(1)-A familia real portuguesa veio para o Brasil devido o bloqueio continental imposto por Napoleão Bonaparte. Dom João VI viu o brasil como um belo lugar para fugir do que estava acontecendo.

Dependente do comércio britânico, Portugal se viu num enorme impasse: atender à França significava perder sua principal colônia na época, o Brasil, pois a marinha inglesa dominava os mares e poderia invadi-lo. Não atender às exigências napoleônicas significava ter seu próprio território invadido pelas tropas francesas.

(2)-Academia de Belas Artes, Biblioteca Nacional e Museu Nacional.

Jéferson Souza 2°B

Svetlana Duarte disse...

Napoleão ordenou a que mão houvesse mais a comercialização dos demais países Europeus com a Inglaterra,os Portugueses que tinham a Inglaterra como protetor, descidiu deixar a Europa, fugindo para o Brasil, para não interferir nas brigas politicas, entre França e Inglaterra.

2ºForam três criaçãoes:Da Biblioteca Real,Banco do Brasil, Jardim Botânico,tudo seria e exclusivamente para o uso da alta nobreza

Svetlana Lorrany Nº32 2ºC

»MåC« disse...

1) Depois do Bloquei Continental o rei de Portugal foi obrigado a fugir da Europa, e com isso ao Brasil.

2) Bando do Brasil, Jardim Botâmico, Academîa das Belas Artes.

»MåC«
2ª"A"

Bruna Borges disse...

1) A vinda da Família Real Portuguesa para o Brasil, ocorreu no ano de 1808, se instalaram na atual cidade do Rio de Janeiro fazendo com que praticamente brotasse comércio, ja que para a estadia de uma família real, seria necessário um mínimo de conforto, na verdade eles queriam se sentir ao menos um pouco próximos da civilização ja que o Brasil naquela época era basicamente floresta.

2)Criação do Banco do Brasil - Teatro Real - Escola Médica.

Anônimo disse...

1. A família real veio ao Brasil em função do Bloqueio Continental que Napoleão decretou, proibindo assim o comércio entre Europa e Inglaterra, mas como Portugal era aliado dos ingleses, não poderia aceitar esse bloqueio continental, preferindo assim migrar para o Brasil em fuga desse tratado. Assim que a família real decidiu vir para o Brasil, exigiu a "criação de civilização" aqui, produzindo assim o início da comercialização na atual cidade do Rio de Janeiro.

2. Jardim Botânico, Imprensa Régia e a criação do Banco do Brasil.


2º "B"
Iasmin Lima nº 22

'~ đєđєħ #9 disse...

André Luis Cabral n° 3 2° "B"

1-A Vinda Da Corte real e Napoleão foi uma opção de medo que por que eles se sentiam ameçados de perda de terra brasileiras, ameaçados pela Iglaterra e eles ameaçando a Iglaterra,e dai,eles vieram para fixa,tenta pega e explorar aquilo antes que a Inglaterra chegasse e passasse a perna nos bobos.E depois do Bloqueio Continental,Portgual ficou muito exposto a ataques e invasões.

2-Banco do Brasil,o Jardim Botânico do RJ,Academia de Belas Artes ea Biblioteca Real.

Anônimo disse...

1) bem a transferência da corte para o Brasil poderia ter acontecido bem antes,sem necessidade do empurrãozinho napoleônico.Napoleão decretou um bloqueio continental , proibindo que os paises tivessem relacoes com a inglaterra ,bem vamos logo direto no assunto A transferência da corte portuguesa para o Brasil foi o episódio da história de Portugal e da história do Brasil em que a Família Real Portuguesa e a sua Corte (inicialmente 15 mil pessoas) se radicaram no Brasil, entre 1808 e 1820.

2)eram a execução da obra do banco do brasil,da biblioteca real,criação do jardim botânico e da academia da belas artes

2A Nº23

Brendo disse...

1 - D. João decidiu pela transferência da corte portuguesa para o Brasil, evitando ser aprisionado com toda a família real e o governo, tornando possível manter a autonomia portuguesa a partir do Rio de Janeiro. Manteve assim também o Brasil em poder de Portugal, embora isto o fez mais dependente em relação à Inglaterra, com a imposição da abertura dos portos brasileiros ao comércio internacional e o tratado Luso-Britânico de 1810, desastroso para a economia portuguesa, embora (ou por isso mesmo) decisiva para o progresso e a independência brasileira.

2 - Criação do Jardim Botânico e da Biblioteca Real; Criação do banco do Brasil; Criação da Academia das belas Artes.




[Granfy's] Brendo nº7 2°A

felipe disse...

quando napoleão decretou o bloqueio continental todos teriam de romper relações com o seu país(INGLATERRA)dentre esses países q teriam de romper relações estava Portugal,mais como Portugal precisava da Inglaterra D.João n teve outra escolha a n ser arrumar as malas e fugir para o Brasil
e na madrugada de 27/11/1807 e a corte, desesperada, se atropela com pressa e desordem no cais de Belém para embarcar, filhas sem pais, mulheres sem marido, pessoas da alta nobreza se acham a bordo sem roupa e com pouco ou nenhum dinheiro.



obras :
-liberação da atividade industrial em 1808;
-autonomia administrativa em 1815;
-criação do ensino superior (duas escolas de medicina), pois até então Portugal nunca permitira uma universidade, ao contrário da Espanha em seus domínios da América espanhola;


felipe gushiken
n°12 2°A

Emanuelle disse...

' pois eles estavam fugindo de Napoleão Bonaparte, e Portugal estava entre os países que estavam sofrendo pressão p/ aderir ao bloqueio continental,mas como nao queriam romper com a Inglaterra de quem dependiam, fugiram p/ o brasil com o apoio deles[/Inglaterra]
** Criação da Academia de Belas Artes
**Criação do Banco do Brasil
**Criação do Jardim Botânico e da Biblioteca Real.

Anônimo disse...

Npoleao decretou o bloqueio continental proibindo q vários países comercializassem com a Inglaterra.
A unica saida encontrada por D.João VI foi trazer a familia real para o Brasil, so assim a coroa portuguesa conseguiria explorar as riquesas do Brasil de varias formas.
Obras: Criação do Jardim Botânico e da biblioteca real, criação da Academia das Belas Artes e criação do Banco do Brasil.

Genifer Ziviane 2º B nº 17

ItaloGomes disse...

1- Bom,com a decretação do Bloqueio Continental por Napoleão Bonaparte, Potugal se viu diante de um dilema insolúvel, na qual o decreto exigia as nações européiasdeixassem de comerciar com a Inglaterra e tinha com principal objetivo atingir a econômia da Inglaterra e exercer total dominio sobre a Europa.
D.João e sua Familia fogem para o Brasil.Eles fugiram um dia antes da chegada das tropas francesas a Lisboa.A fuga aconteceu no dia 29 de novembro de 1807 vieram para o Brasil cerca de 10.000 pessoas de aristocracia portuguesa.A Coroa portuguesa recebeu apoio da Inglaterra que protegeu os portugueses durante a viagem com seus navios.
2- * Teve a fundação do Banco do Brasil, em 1808;
* a criação da Imprensa Régia e a autorização para o funcionamento de tipografias e para a publicação de jornais, também em 1808;
* a abertura de algumas escolas, entre as quais duas de medicina(uma na Bahia e outra no Rio de Janeiro)
* Instalação de uma fábrica de pólvora e de indústrias de ferro em Minas Gerais e em São Paulo;
* Vinda da Missaõ Artística Francesa, em 1816, e a fundação da Academia de Belas-Artes;
* a criação da Biblioteca Real(1810), do Jardim Botânico(1811) e do Museu Real(1818), mais tarde Museu Nacional.

Ítalo Ferreira Campos Gomes nº 14
2ºA

Bruno Rossi disse...

1. Napoleão decretou o boqueio continental, obrigando que alguns países rompressem com a Inglaterra, no meio desses estava portugal, mais não poderia romper, porque dependia muito da Inglaterra e a solução encontrada po D. João foi fugir para o Brasil dias antes da chegada das tropas da França.

2.Banco do Brasil,o Jardim Botânico,Academia de Belas Artes ea Biblioteca Real...

Bruno Rossi n° 08 2°A

Anônimo disse...

1.Napoleão decretou o bloqueio continental forçando a Europa
a romper relações comerciais
com a Inglaterra mas dentre
esses paíse estava Portugal
mas Portugal não podia aderir
ao bloqueio porque ela dependia
muito da Inglaterra então a soluçao
que D.João encontrou foi a fuga da familia real para o Brasil.

2.criação do Banco do Brasil,criaçãodo jardin botânico,criação da biblioteca real
criação da academia das belas artes e dois colegios de medicina.
Tiego A. Amaral 2ºA nº36

Anônimo disse...

Foi a mudança da comitiva portuguesa para o Brasil. Em novembro de 1807, sob proteção da força naval inglesa, D. João, sua linhagem e a nobreza que o rodeava mudaram-se para o Brasil. Aportaram em território brasileiro cerca de quatorze navios com 15 mil pessoas. Após a chegada da linhagem real, Dom João passou alguns dias em Salvador, quando tomou duas decisões que deram uma injeção de ânimo na economia brasileira: determinou a abertura dos portos aos países amistosos e a autorização para a instalação de indústrias, antes coibida por Portugal.Após sair de Salvador, o rei foi para o Rio de Janeiro, lá chegando em 08 de março de 1808, transformando a cidade em residência fixa da corte portuguesa. A chegada da família real ao Brasil e sua instalação no Rio de Janeiro trouxeram para a colônia o status de Reino Unido de Algarves. Coube à D. João instituir alguns ministérios, entre eles o da Guerra, da Marinha, da Fazenda e do Interior. Estabeleceu órgãos fundamentais para o bom andamento do governo, como o Banco do Brasil, a Casa da Moeda, a Junta Geral do Comércio e o Supremo Tribunal. As melhorias não foram só econômicas, mas também culturais e educacionais. A Academia Real Militar, a Academia da Marinha, a Escola Real de Ciências, de Artes e Ofícios, a famosa Academia de Belas-Artes e dois colégios de Medicina e Cirurgia, no Rio de Janeiro e em Salvador, foram algumas das contribuições recebidas com a vinda da realeza para o Brasil. Entre outras benfeitorias, pode-se citar a criação do Museu Nacional, do Observatório Astronômico, a Biblioteca Real - combinação de diversos livros e documentos que vieram de Portugal -, a estréia do Real Teatro de São João e o surgimento do Jardim Botânico

Jéssica Felipe n°21 2°C

Anônimo disse...

No século XIX, Napoleão Bonaparte tornou-se soberano do império da França, seu objetivo era apoderar-se de toda a Europa. Para alcançar tal intento devassou o exército de diversos países, porém o mesmo não conseguiu com as forças militares e navais da Inglaterra. Para enfrentar-los, Napoleão decretou o Bloqueio Continental - determinação que vetava os países da Europa de negociar com a Inglaterra.A Academia Real Militar, a Academia da Marinha, a Escola Real de Ciências, de Artes e Ofícios, a famosa Academia de Belas-Artes e dois colégios de Medicina e Cirurgia, no Rio de Janeiro e em Salvador, foram algumas das contribuições recebidas com a vinda da realeza para o Brasil. Entre outras benfeitorias, pode-se citar a criação do Museu Nacional, do Observatório Astronômico, a Biblioteca Real - combinação de diversos livros e documentos que vieram de Portugal -, a estréia do Real Teatro de São João e o surgimento do Jardim Botânico.


Raíssa Narjara n°31 2°C

Anônimo disse...

1-A vinda da família real portuguesa para o Brasil representou um passo importante para a nossa futura independência política.Na primeira década do século XIX, as forças militares de Napoleão Bonaparte, tomaram a Europa, em nome dos ideais democráticos da Revolução Francesa. Napoleão tinha a intenção de dominar a Europa dividindo o continente entre aliados e amigos da França. Essa divisão foi levada radicalmente em 1806, quando foi declarado o BLOQUEIO CONTINENTAL por meio do qual pretendia sufocar a economia inglesa, que era principal adversário francês.Bloqueio Continental foi instituído através de um decreto de Napoleão Bonaparte, assinado em 1806, proibindo os países europeus de receberem navios ingleses em seus portos e de venderem produtos a Inglaterra.Com essa medida Napoleão Bonaparte pretendia enfraquecer a Inglaterra, privando-a de seus mercados consumidores e de suas fontes de abastecimentos. Aliado fiel do Império Britânico, Portugal viu-se no meio de um grave conflito internacional.Não podia virar as costas a Inglaterra, nem afrontar o bloqueio napoleônico.

2-criação do Banco do Brasil,criação do Jardim Botânico e da biblioteca real e criação da Academia das Belas Artes.



[AndréLuizDeSá]
[2B]
[Numero 04]


Ronaldo ;D

ana disse...

1- a política expansionista de Napoleão Bonaparte altera o equilíbrio político da Europa. O imperador tenta impor a supremacia da França sobre os demais países. A Inglaterra resiste e Napoleão decreta o chamado bloqueio continental: a proibição, sob a ameaça das armas, de os demais países do continente negociarem com a Inglaterra.Portugal tenta uma política de neutralidade, mas continua negociando com os ingleses. Em represália, o imperador francês ordena a invasão de Portugal pelas tropas do general Jean Junot. Firma com a Espanha o Tratado de Fontainebleau que reparte o território português entre os dois países, dividindo em dois reinos, Lusitânia e Algarves. Essa divisão não é posta em prática, mas a ameaça de uma invasão francesa faz com que a família real portuguesa se transfira para o Brasil.

2- Criação do Jardim Botânico , biblioteca real, criação da Academia das Belas Artes e criação do Banco do Brasil.


Ana Carolina Martins Nº03 2ºA

C@rolzinh@ disse...

1-Como Portugal não podia romper o Bloqueio com a Inglaterra Dom João teve de fugir para o Brasil, antes que as tropas francesas chegassem.


2- Jardim Botânico, biblioteca Real e Banco do Brasil.


Aluna: Anna Carolina Dávila nº05
Série: 2ºA

:)

:***

Anônimo disse...

1- A vinda da família real portuguesa para o Brasil representou um passo importante para a nossa futura independência política.
Na primeira década do século XIX, as forças militares de Napoleão Bonaparte, tomaram a Europa, em nome dos ideais democráticos da Revolução Francesa. Napoleão tinha a intenção de dominar a Europa dividindo o continente entre aliados e amigos da França. Essa divisão foi levada radicalmente em 1806, quando foi declarado o BLOQUEIO CONTINENTAL por meio do qual pretendia sufocar a economia inglesa, que era principal adversário francês.


2- Obras: Criação do Jardim Botânico e da biblioteca real, criação da Academia das Belas Artes e criação do Banco do Brasil.

Maína Oliveira nº: 28 série: 2 "B"

Anônimo disse...

Criação do Banco do Brasil em 12 de Outubro de 1808,Criação do Jardim Botanico e da Biblioteca Real e Crição da Academia das Belas.
napoleão decretou o bloqueio continetal para que nenhum país se relaciona-se com a inglaterra
mas portugal nao obedeceu a esse decreto entao a familia real fugiu para o brasil com medo de napoleão.


leidiana do carmo n°25 2°ano B

Anônimo disse...

1.A família Real veio para o Brasil EM 1808 fugindo de Portugal pelo conflito existente,D.JoãoVI trouxe muitas família para conviver e outras coisas,para se sentir mais avontade.A bertura dos Portos brasileiros ao comércio internacional e com o tratado anglo-luso de 1810, desastroso para a economia metropolitana.

2.Banco do Brasil,Crição da Academia das Belas Artes e Biblioteca Nacional.

Tátyla Rosa.
2°C n°33

Daiany Elen disse...

Bem, desde o início a chegada da corte portuguesa ao Brasil trouxe um grande transtorno, devido as grandes diferenças culturais que o Brasil possuía. Em 1808 definiram interrompido e suspenso o comércio da capitania, com graves prejuízos e com isso foi decretada a Abertura dos Portos da colônia às nações amigas de Portugal.Essa medida se tornou inevitável já que os portos portugueses etavam tomados pelo franceses, pois tinham que assegurar outras vias de escoamento de produtos da colônia. A grande beneficiária dessa medida foi a Inglaterra, pois era o único país que tinha condições de enviar navios para a América do Sul e já havia negociado com Portugal uma privilegiada posição no comércio com o Brasil nos acordos para
transferência da Família Real.
Conseqüentemente, esta medida implicou na quebra do monopólio comercial de Portugal no Brasil o que representou um duro golpe pois os comerciantes portugueses que passaram a concorrer em desvantagem. Com tudo isso a coroa portuguesa teria que adotar medidas mais eficazes a fim de assegurar gradual abolição do comércio de escravos em seus domínios. E por esses e outros motivos a assinatura do acordo não deu certo ;D

*... Ele providenciou a abertura da Escola Médico-Cirúrgica da Bahia
* O Banco do Brasil e a Biblioteca Nacional.

*Aluna:Daiany Negreiros nº12 2ºC..*

Ingrid_Mendes disse...

1)Como a França era uma tradicional inimiga da Inglaterra, Napoleão para enfraquecer a economia inglesa, decretou o Bloqueio Continental, assim proibindo que os países europeus de comercializarem com a Inglaterra. E Portugal sendo aliada da Inglaterra, não poderia romper essa aliança com os ingleses, então a solução foi fugir para o Brasil.

2)Banco do Brasil, Biblioteca Real e a Academia das Belas Artes.

Aluna: Ingrid Mendes Silva
N°.: 17
2°C

Anônimo disse...

1. Napoleão decretou o Bloqueio Continental, obrigando que alguns países rompressem com a Inglaterra, no meio desses países estava Portugal, que não poderia romper tal comercio, porque dependia muito da Inglaterra e a solução encontrada po D. João foi fugir para o Brasil dias antes da chegada das tropas da francesas.

2.Banco do Brasil,o Jardim Botânico,Academia de Belas Artes.

Bruna Vivian
n°11 2°C

Anônimo disse...

1) Napoleão Bonaparte estabeleceu o Bloqueio Continental, ninguém podia comercializar com a Inglaterra, acontece que Portugal e Inglaterra eram velhos aliados e faziam muitos negócios entre si, por isso os portugueses decidiram não obedecer. Napoleão ficou furioso, preparou um exército, ordenando que conquistasse Portugal. Quando em Lisboa se soube que vinha aí uma invasão francesa, foi o pânico. Na altura não havia condições para enfrentar um inimigo tão forte, corria-se o risco de perder a independência. Que fazer? Depois de muitos debates, tomou-se uma decisão: a família real devia partir imediatamente para o Brasil que nessa época era uma colônia portuguesa.
2) Criação do Jardim Botânico, do Banco do Brasil e da biblioteca real.

Itallo Thainã
n°20 2°C

nayra disse...

1.Napoleão decretou o bloqueio continental obrigando que várias nações rompessem toda e qualquer relaçao com a Inglaterra.A transferência da corte portuguesa para o Brasil foi o episódio da história de Portugal e da história do Brasil em que a Família Real Portuguesa e a sua Corte (inicialmente 15 mil pessoas) se radicaram no Brasil, entre 1808 e 1820.
2.Museu Nacional,criação do Banco do Brasil,criação do Jardim Botânico...
nome:nayra vasconcelos
serie:2C

Anônimo disse...

1)Como a França era uma tradicional inimiga da Inglaterra, Napoleão para enfraquecer a economia inglesa, decretou o Bloqueio Continental, assim proibindo que os países europeus de comercializarem com a Inglaterra. E Portugal sendo aliada da Inglaterra, não poderia romper essa aliança com os ingleses, então a solução foi fugir para o Brasil.

2)Banco do Brasil, Biblioteca Real e a Academia das Belas Artes.



Rafael Leite 2C
NUMERO: 30

Anônimo disse...

1)Quando foi declarado o BLOQUEIO CONTINENTAL por meio do qual pretendia sufocar a economia inglesa, que era principal adversário francês.Bloqueio Continental foi instituído através de um decreto de Napoleão Bonaparte, assinado em 1806, proibindo os países europeus de receberem navios ingleses em seus portos e de venderem produtos a Inglaterra.Com essa medida Napoleão Bonaparte pretendia enfraquecer a Inglaterra, privando-a de seus mercados consumidores e de suas fontes de abastecimentos. Aliado fiel do Império Britânico, Portugal viu-se no meio de um grave conflito internacional.Não podia virar as costas a Inglaterra, nem afrontar o bloqueio napoleônico.
A unica soluçao encontada por Dom JOAO VI ,foi fugir para o Brasil com sua familia.

2)Criação do Banco do Brasil, criação do Jardim Botânico e da biblioteca real.

Paula Andreza* 2ºA ;DD

josi_el_alves disse...

1. Quando Napoleão Bonaparte criou o Bloqueio Continental, com o objetivo de enfraquecer o comércio da Inglaterra obrigando que nem um país europeu exercesse relações entre ele,e Portugual estava no meio, como Portugual depedia do somércio com a Inglaterra e não poderia fechar, a soluçao foi fugir para o Brasil.

Nome: Josiel Alves
n° 23 Série: 2°c


2.Obras.: Criação do Banco do Brasil,da Biblioteca Real e do Jardim Botânico entre outras construções.

Anônimo disse...

1- Em 1808, a Corte portuguesa estabeleceu-se no Brasil fugindo da invasão de Portugal pelos franceses. Os treze anos de sua permanência no Brasil provocariam importantes transformações políticas, sociais, econômicas e culturais na Colônia que marcariam os últimos anos do domínio lusitano, rompido formalmente pelo movimento de independência política de 1822.
Portugal se encontrava numa situação bastante difícil sofrendo pressões tanto dos ingleses quanto dos franceses. De um lado, Napoleão exigia que Portugal rompesse política e economicamente com a Inglaterra, fechasse seus portos e expulsasse o embaixador inglês. Mas a Inglaterra tinha fortes laços comerciais com Portugal. Por conta disso, os ingleses pressionaram os portugueses para que assinassem uma convenção secreta, que asseguraria a Portugal a transferência da sede da monarquia lusitana para o Brasil.
Em contrapartida, os portugueses deveriam tomar as seguintes medidas em benefício da Inglaterra: a entrega da esquadra portuguesa; a entrega da Ilha da Madeira; a concessão de um porto livre em território colonial brasileiro; e a assinatura de inúmeros tratados de comércio exclusivamente com os ingleses.
2- Biblioteca real, Academia BelasArtes, Jardim Botânico,banco do Brasil;

Thatiane M. N°34; 2°C .

ADEMIR JR. .: disse...

1) Portugal fugiu para o Brasil porque a França para enfraquecer a economia inglesa proibiu que os paises Europeus comercializassem com a Inglaterra Decretando o bloqueio continental, e Portugal como era aliado da Inglaterra não poderiam romper a aliança com os Ingleses, então os Portugueses fugiram para o Brasil, e colonizaram o Brasil, levando as riquezas do Brasil para Portugal.


2)Biblioteca real, Academia das Belas Artes e o Banco do Brasil.

Ademir Júnior
Nºo2 2ºC

Anônimo disse...

Napoleão Bonaparte tornou-se soberano do império da França, seu objetivo era apoderar-se de toda a Europa Napoleão decretou o Bloqueio Continental - determinação que vetava os países da Europa de negociar com a Inglaterra
Neste momento da história, Portugal era governado pelo provável herdeiro da coroa, Dom João. Portugal e Inglaterra eram velhos cúmplices, o que deixou Dom João em uma posição delicadíssima.
A saída encontrada, em conluio com os ingleses, foi a mudança da comitiva portuguesa para o Brasil.

Suas obras foram: Criação do Banco do Brasil , Criação do Jardim Botânico e da Biblioteca Real e a Criação da Academia das Belas Artes.


Luiz Henrique
n°24
2°"c"